Mocidade Alegre é a grande campeã do Carnaval de São Paulo

Por - 21/02/23 às 17:50

Mocidade Alegre campeã 2023Reprodução TV Globo

(Atualizada às 18h11)

Na tarde desta terça-feira, 21 de fevereiro, ocorreu a apuração das notas do Carnaval 2023 para as escolas de samba que desfilaram em São Paulo, no Sambódromo do Anhembi. Quatorze agremiações lutavam pelo título.

Quem levou o primeiro lugar foi a Mocidade Alegre, que contou a história de “Yasuke”, um imigrante africano que se tornou um dos mais respeitados samurais no Japão.

Leia+: Carnaval: Thelma detalha preparação e reage à cena do ‘BBB23’

A agremiação quebrou o jejum, pois desde 2014 não levava o título em São Paulo. Em segundo lugar ficou a Mancha Verde, campeão de 2022, que teve uma disputa acirrada com a campeã. Depois estão Império de Casa Verde, Acadêmicos do Tatuapé e Dragões da Real. Estas cinco escolas voltam a desfilar na próxima sexta-feira, 24 de fevereiro, no Sambódromo do Anhembi, comemorando com o desfile das Campeãs de São Paulo.

Leo Franco/AgNews

REBAIXADAS

Foram rebaixadas para o Grupo de Acesso Unidos de Vila Maria e Estrela do Terceiro Milênio, esta que estreou no grupo especial este ano.

A vermelho, verde e branco contou com o sangue guerreiro de seus valentes foliões, vestidos de suas armaduras-fantasias, enfrentando mais uma batalha para provar que, assim como um dia fez Yasuke, cada jovem preto pode ser o que ele quiser, mesmo que os opressores, o preconceito e a discriminação digam o contrário.

MOCIDADE ALEGRE

Ficha técnica:

Fundação: 24/9/1967
Presidente: Solange Cruz Bichara Rezende
Carnavalesco: Jorge Silveira
Enredo: “Yasuke”
Mestre de Bateria: Mestre Sombra
Rainha da bateria: Aline Oliveira
Intérprete: Igor Sorriso
Direção de Carnaval: Junior Dentista
Famosos: Thelminha e Taiguara Nazareth

O SAMBA

Uma junção de dis sambas resultou na obra-prima de Aquiles da Vila, Márcio André, Fabiano Sorriso, Chanel, Marcos L. Gabriel, Salgado Luz, Marcelo Valência, Marcus Boldrini, Diogo Corso, Italo Pires, Marcos Donato, Biro Biro, Turko, Gui Cruz, Rafa do Cavaco, Portuga, Maradona, Imperial, Fábio Souza, Luciano Rosa, Fionda Tem Tem e Vitor Gabriel.

Confira a letra:

Meu batuque é resistência, sou mocidade
Trago na pele a força pra vencer
Meu samba é luta e voz, fala por todos nós
Bendito seja o seu poder!

O som do atabaque ecoou… ôô…
Ressoa no couro do taikô
Ê nzazi ê… ê nzazi a…
Nzuzu conduz teu filho nesse mar
Ê nzazi ê… ê nzazi a…
No oriente, tronco forte, baobá
Luar… na cor da noite, beija o sol nascente
Retinta pele reluzente
Mistério na terra de obá
Aos olhos de daimyô, guerreiro despertou
Eis o destino a se revelar

Mandou banhar, escorreu beleza
A verdade da cor, a natureza
É preta sua armadura
Tem na alma bravura
Ninguém segura!

Fiel companheiro
Herdeiro da sabedoria
Honrou sua liberdade
Com dignidade
Derramou o sangue justiceiro
Lágrimas em chamas
Cinzas pelo ar
Serás eterno, jamais se apagará
Em cada jovem o sonho brilha
A sua luz renascerá
Pode ter fé
Que todo preto pode ser o que quiser!

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags: ,


×