Saiba 5 diferenças entre o livro e a série ‘Daisy Jones & The Six’!

Por - 24/03/23 às 06:30 - Última Atualização: 23 março 2023

daisy jones and the sixReprodução: Instagram

A icônica série, “Daisy Jones & The Six” chegou ao Prime Video! O enredo conta a história da cantora Daisy Jones (Riley Keougn) e a sua união à banda “The Six”, liderada por Billy Dunne, (Sam Claflin) também nos vocais. No meio da energia caótica dos anos 1970 nos Estados Unidos, a obra fala da ascensão da carreira musical do grupo, além da relação conturbada de Jones e Dunne, na forma de um documentário.

Leia +: Caravana das Drags: Com Xuxa e Ikaro Kadoshi, reality ganha 1º trailer

O seriado é inspirado em um livro, da autora Taylor Jenkins Reid, com o mesmo título, mas algumas diferenças. O décimo episódio vai ao ar nesta sexta-feira, 24 de março, e OFuxico separou cinco tópicos nos quais a adaptação não seguiu a linha de sua antecessora.

UM MEMBRO A MENOS

No livro, ao formar a banda, a nomeação “The Six” é dada, para referir-se aos seis membros do grupo: Billy e Graham Dunne (Will Harrison), Pete Loving, Karen Sirko (Suki Waterhouse), Eddie Loving e Warren Rhodes (Sebastian Chacon). Porém, nas telas, o personagem de Pete não foi criado e, em seu lugar, foi desenvolvido Eddie Roundtree (Josh Whitehouse), que seria uma fusão do baixista com o Eddie original.

No seriado, a escolha para o nome da banda vem de uma forma de incluir Camila Dunne (Camila Morrone), a mulher de Billy, como parte do grupo, apesar de ela não tocar nenhum instrumento ou cantar.

MUDANÇA NAS MÚSICAS

Na obra escrita, a autora já deixou diversas letras de músicas compostas, para que os leitores pudessem ao menos imaginar a melodia do que era produzido pelos artistas do livro. E, ao lançar a série, também foram gravadas as faixas! Porém, algumas letras são diferentes do que já tinha sido feito, como em “Look At Us Now (Honeycomb)“, um dos principais hits da banda.

A PERSONAGEM SIMONE

Na primeira produção, Simone (Nabiyah Be), faz um papel pequeno, como de melhor amiga de Daisy Jones. Já na adaptação, ela cumpre esta função, mas também possui mais espaço na história, explorando as complicações que artistas negros e LGBTQIA+ enfrentavam na indústria musical da época.

TEMPORALIDADE

O documentário, na obra escrita, é gravado 40 anos depois do crescimento dos “The Six” nas paradas e a fatídica noite que culminou na sua separação. Porém, nas telas, o tempo de espera é bem maior até as entrevistas serem feitas: são 40 anos.

BEIJO DE DAISY E BILLY

Em ambas as produções, existe um triângulo amoroso entre os personagens Billy, Daisy e Camila. Os vocalistas possuem uma forte tensão sexual, que só aumenta conforme eles passam mais tempo juntos, apesar de possuírem diversas desavenças. Mas, ele é comprometido com Camila, sua esposa. E, enquanto no livro nada acontece, no seriado, Jones e Dunne chegam a se beijar!

BBB RAIZ

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Jornalista em formação na Faculdade Cásper Líbero. É apaixonada pelo mundo do entretenimento no geral, principalmente por música, shows, seriados, filmes e cultura pop.


×