Imprimir

Notícias

08/04/2021 | 17h50m - Publicado por: Luigi Civalli | Foto: Reprodução

Apresentadora da Globonews não segura a emoção ao falar do caso Henry

Maria Beltrão chorou no início do programa Estúdio I

Apresentadora da Globonews não segura a emoção ao falar do caso Henry - Reprodução

Nesta quinta-feira (8), a jornalista Maria Beltrão, da GloboNews, deixou a emoção tomar conta na abertura do Estúdio I. A apresentadora chorou e ficou com a voz embargada ao falar do caso do menino Henry.

“A gente está falando de uma realidade inominável, de algo difícil de qualificar e definir, me desculpe se estou emocionada, vivemos numa época difícil, o que essa entrevista coletiva mostrou é muito sério”, disse a jornalista, chorando muito.

Ela, inclusive, precisou da ajuda de André Trigueiro e Octavio Guedes para continuar o jornal.

André Rizek mostra cliques inéditos do nascimento dos filhos gêmeos, João e Pedro

Veja o vídeo!

 

O caso

Nesta quinta-feira (8), a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu o vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho e sua companheira, a professora Monique Medeiros, por conta do inquérito que apura a morte do filho dela, Henry Borel Medeiros, de 4 anos.

De acordo com a Polícia Civil, os dois atrapalhavam as investigações, intimidando testemunhas e combinando versões.

Ambos negam terem cometido qualquer irregularidade, mas o delegado responsável pelo caso afirmou não ter dúvida da autoria do crime

A morte de Henry

Henry morreu no Hospital Barra D’Or, na Barra da Tijuca, no dia 8 de março. Ele foi levado para lá pelo casal, que alegava tê-lo encontrado desmaiado no quarto onde dormia.

O menino estaria com olhos revirados, pés e mãos geladas e dificuldades para respirar. Segundo os médicos, o garoto chegou ao estabelecimento com parada cardiorrespiratória.





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico