Imprimir

Notícias

06/04/2021 | 05h00m - Publicado por: Rita García | Foto: Reprodução/Instagram

Príncipe Harry foi quem se rebelou contra a família real

O duque de Sussex e Meghan Markle queriam deixar a realeza desde o começo de 2019

Príncipe Harry foi quem se rebelou contra a família real - Reprodução/Instagram

A 'culpa' da deserção dos Duques de Sussex da família real, pode ter recaído sobre Meghan Markle que se sentiu ofendida pela falta de proteção do Palácio para com ela e o filho, e o suposto comentário racista que fizeram, mas tudo isso poderia ter sido evitado se Harry não houvesse dito nada à esposa.

Mas decidiram usar isso como um escudo para se desvincular e começar sua vida longe de Windsor e Kensington.

A escritora Lady Colin Campbell, autora de vários livros sobre a realeza, contou esta semana que o comentário foi feito pela Princesa Anne, mas que foi mal interpretado pelo sobrinho Harry, que levou pelo lado do racismo, quando o questionamento era mais sobre o comportamento de Markle dentro da realeza e o fato dela não aceitar alguns protocolos.

Idris Elba defende Príncipe Harry e Meghan Markle
 

Agora uma fonte do jornal The Telegraph afirmou que Harry já planejava desde antes, deixar seus compromissos como membro-senior da realeza, quando ele foi vetado a tomar algumas decisões pessoais no começo de 2019.

"Houve um diálogo constante do casal ao longo das linhas de: 'Por que não podemos fazer isso? Eles não podem nos impedir de fazer o que queremos fazer '", revela o informante.

O duque e a duquesa de Sussex teriam planejado sua partida desde o início de 2019 e estavam em negociações para selar um acordo com o extinto serviço de streaming de vídeo Quibi.

Príncipe Harry é visto durante passeio com cão

O Telegraph relatou: "Eles estavam tomando as decisões e seriam eles a instruir a assessoria de imprensa sobre a linha a seguir", justifica.

Isso contradiz com as afirmações do casal durante a entrevista com Oprah Winfrey onde o príncipe Harry disse: “Netflix e Spotify [os negócios] ... isso nunca fez parte dos planos. Não tínhamos um plano. Isso foi sugerido por outra pessoa no momento em que minha família literalmente me cortou financeiramente e eu tive que pagar pela nossa segurança".

A fonte assegura que mais uma vez eles mentiram na entrevista ou omitiram a situação real.

Meghan Markle sente 'pena de sua família', diz informante

Mal-entendido?

Parece que finalmente temos um nome. Depois que Meghan Markle revelou na entrevista com Oprah Winfrey sobre a preocupação de um membro da família real sobre a cor do pequeno Archie Harrison, a imprensa inglesa revela quem da realeza fez tal comentário.

Em um novo vídeo postado no YouTube, a polêmica socialite britânica e autora de vários livros sobre a realeza, Georgia Ziadie, também conhecida como 'Lady Colin Campbell', afirmou que foi a filha da rainha Elizabeth II, a princesa Anne, de 70 anos, a quem Meghan estava se referindo em sua revelação.

No entanto, Lady Colin, autora dos livros 'Meghan and Harry: The Real Story' e  'The Real Diana', entre muitos outros, esclareceu que tudo não passava de um mal-entendido e que Anne não havia expressado preocupações sobre  a cor do bebê, e sim se Meghan era uma boa opção para a família real, já que a Duquesa de Sussex demonstrou desde o começo que ela não estava de acordo com alguns protocolos e diferenças culturais.

Kate Middleton sofre com a ausência do Príncipe Harry

“Eu já sei há algum tempo quem é”, disse Lady Colin Campbell em seu vídeo.

“Não houve preocupação com a cor de Meghan. A princesa Anne estava com razão preocupada que se o casamento continuasse e houvesse filhos, haveria enormes problemas, não por causa da cor de Meghan, mas por causa da incapacidade e determinação de Meghan de permanecer incapaz de apreciar as diferenças culturais e de realmente respeitar a instituição com a qual iria se casar”, afirmou a mulher de 71 anos.

"Harry correu para Meghan com as objeções, Meghan os transformou em arma com base na cor", alega Lady Colin.

O próprio Palácio divulgou um comunicado oficial na sequência da entrevista atestando que as questões levantadas, principalmente as de raça, eram preocupantes, ao mesmo tempo que afirmou que 'algumas recordações podem variar'.

O príncipe William também respondeu às reivindicações, dizendo a um paparazzo que a família real 'não é uma família racista'.

Meghan Markle planeja parto em casa





Notícias Relacionadas

05/04/2021 | 10h00m - Rita García

Idris Elba defende Príncipe Harry e Meghan Markle

05/04/2021 | 04h00m - Rita García

Príncipe Harry é visto durante passeio com cão



Instagram

Instagram

OFuxico