Imprimir

Notícias

03/05/2021 | 12h00m - Publicado por: Rita García | Foto: Reprodução/Instagram/@sussexroyal

Príncipe Harry poderia não estar presente na homenagem à Princesa Diana

Em julho marcando o aniversário de 60 anos de Lady Di será revelada uma estátua em Kensington

Príncipe Harry poderia não estar presente na homenagem à Princesa Diana - Reprodução/Instagram/@sussexroyal

O príncipe Harry tem programado uma nova viagem ao Reino Unido. Segundo o jornal The Sun, o duque de Sussex deve viajar sozinho novamente, e sem Meghan Markle, neste verão para a inauguração de uma estátua em homenagem à sua falecida mãe, a princesa Diana, no Palácio de Kensington. A estátua está programada para ser inaugurada em 1º de julho, no que seria o 60º aniversário de Lady Di.

Agora, no entanto, alguns especialistas reais duvidam que a viagem realmente aconteça. Harry visitou recentemente o Reino Unido para assistir ao funeral de seu avô, o príncipe Philip, mas vários relatos sugerem que suas reuniões com alguns membros da família (especificamente seu pai, o príncipe Charles e o irmão mais velho, o príncipe William) não foram tão bem como se esperava.

Phil Dampier, especialista real e biógrafo da realeza, acredita que a Duquesa de Sussex, poderia desempenhar um papel important se ele decidir não comparecer.

"Pessoalmente, não acho que Meghan retornará ao Reino Unido. E agora deve haver uma dúvida séria se Harry virá para a inauguração de uma estátua (...) o relacionamento entre Harry e Meghan e William e sua esposa, Kate Middleton, está quebrado... ainda há muita tensão após o reencontro de Harry com Will e Kate no funeral de Philip.", justifica.

Próximos passos

Dampier disse que os Sussex querem seguir adiante com seus projetos pessoais longe da realeza, e devem se concentrar em seus novos empreendimentos, fazendo o possível para deixar de lado sua rivalidade com a família real: "Pelo menos aos olhos do público", disse.

"Harry e Meghan agora têm tudo o que desejam para fazê-los felizes, se for o caso", explicou Dampier. "Um filho, uma filha a caminho, sua liberdade da família real e os meios para ganhar dinheiro e se envolver em casos que os interessem. Travar uma guerra com a família de sangue de Harry é desnecessário e contraproducente, e quanto mais cedo eles perceberem isso, melhor. Eles devem continuar com suas vidas, parar de bancar as vítimas e de brincar com suas conexões reais, vazando histórias enquanto imploram por privacidade. As pessoas podem ver através disso e qualquer um que as aconselhe a continuar assim está dando a eles um conselho ruim", considera.

Fria recepção

Recentemente, Príncipe Harry retornou para a Inglaterra para acompanhar o velório do avô Príncipe Philip. De acordo com o The Sun, o monarca foi recebido de uma maneira muito fria pela família, o que o chateeou.

Uma fonte conversou com a publicação e levantou a hipótese de Harry desistir de ir à Inglaterra em julho, para participar da cerimônia de inauguração de uma estátua encomendada por ele e pelo irmão Príncipe William em homenagem à Lady Di, que morreu em 1997. A peça será inaugurada dia 1º de julho, quando Diana completaria 60 anos.

“Imagino que ele foi recebido muito, muito friamente. Alguns membros da Família Real literalmente o ignoraram, nem mesmo falaram com ele. Acho que ele ficou um pouco chocado com essa recepção fria, então me questiono se ele vai voltar para a inauguração da estátua de Diana em julho. Será que ele vai desistir?”, disse a fonte.

Ainda de acordo com o informante, o Príncipe já até mesmo pensou em usar com desculpa a gravidez da esposa Meghan Markle, que em julho estará na reta final da gestação. Os dois já são pais de Archie, de quase dois anos.
 





Notícias Relacionadas



Instagram

Instagram

OFuxico