Notícias às 17:26

Regina Casé recebe segunda dose de vacina contra a covid-19

Reprodução/Instagram

Regina Casé acabou de passar por um trabalho mais que marcante nas telinhas da TV Globo, arrasando como Dona Lourdes em Amor de Mãe.

Nesta terça-feira (27), a artista revelou que recebeu a segunda dose da vacina contra a covid-19, contando a informação por meio de um reels no Instagram.

“EXPLODE CORAÇÃO NA MAIOR FELICIDADE! Segunda dose!!!! Nem sei como agradecer aos cientistas, ao SUS, e à essas mulheres tão maravilhosas e animadas aqui de Mangaratiba! Ana, Érica e a querida Jacyara, que descobri que é salgueirense! Explode coração na maior felicidade”, comemorou ela.

Efeito do coronavírus no mundo dos famosos

“Agora falando sério… É SUPER IMPORTANTE voltar para a segunda dose! Não adianta tomar apenas uma dose e sair por aí. Tem que continuar com todos os cuidados… MÁSCARA, DISTANCIAMENTO SOCIAL… e, quando chegar sua data, volta para vacinar!”

Regina concluiu: “Ps: no meu caso, tomei a Coronavac, o intervalo entre as doses é de 14 a 28 dias, com eficácia maior no intervalo entre 21 e 28 dias. Se informe e não deixe de tomar!”.

Regina Casé se emociona com cenas de Lurdes no Mais Você: ‘É a minha homenagem às mulheres guerreiras’
Amor de Mãe: Regina Casé reage ao encontro de Lurdes com filhos

‘Chega de ódio, vamos sair dessa juntos’, diz Regina Casé, sobre pandemia

Na última semana de Amor de Mãe se despede da telinha e terá como clímax o tão esperado encontro entre Lurdes e Domênico.

Regina Casé, intérprete da matriarca, contou em entrevista ao Fantástico que fazer a cena com Chay Suede foi a mais difícil de toda a história, ao ponto dela ter medo de machucar o ator por colocar para fora também todo o afeto que não pode expressar durante a pandemia.

“Tem a expectativa do Brasil todinho nessa cena. Olha, foi uma energia contida tão grande que eu fiquei com medo de a gente se machucar porque era um negócio!”.

Regina está isolada em um sítio há um ano com a família – o marido, Estevão, os filhos Benedita e Roque, o genro João Pedro, e o neto, Brás, de 3 anos -, desde março do ano passado, quando começou a pandemia. A artista destacou que o contato com a natureza tem feito toda a diferença.

"As crianças sobem árvore até o último galho. Isso daí, ficar 24 horas por dia com os seus filhos, os seus netos, é uma dádiva. Eu nunca experimentei isso", afirma.

No local, a atriz construiu uma capela onde renova sua fé diariamente em seu cantinho de oração.

"Eu adoro rezar e a gente tem rezado muito. Agora na pandemia, 18h vai rezar Ave Maria e sempre que alguém pede. As pessoas já sabem que eu sou boa de reza".