Jessica Alba critica Marvel por falta de diversidade. Entenda!

Por - 24/07/22

Jessica Alba como Sue Storm

Lá em 2004, Jessica Alba estrelou “Quarteto Fantástico” como a Sue Storm. Em uma entrevista à Glamour UK, a atriz criticou a empresa pela dominância de atores brancos em suas produções.

Na entrevista, Jessica disse que tudo está mais do mesmo, apesar de estar mais diverso em comparação á sua época de MCU:

Leia+ Jessica Alba e outras famosas combates a Herpes. Entenda!

“Mesmo se você olhar para os filmes da Marvel – esse é o maior impulsionador da fantasia e o que está acontecendo agora no entretenimento, porque é uma coisa de família – ainda é bastante caucasiano. Eu diria que fui uma das poucas naquela época… E foi antes da Marvel ser vendida para a Disney, mas ainda é bem mais do mesmo.”

Para Alba, é muito importante que os jovens que estão surgindo se vejam representados nas telas:

“Acho que mais para os jovens que estão surgindo, que serão nossos futuros líderes, é importante que eles vejam o mundo na tela, ou nas histórias, nos sonhos que criamos como artistas; reflete o mundo em que eles estão.”

Durante a fase 4 do MCU existiu mais diversidade, apesar de tudo. Kamala Khan, a Ms Marvel, é a primeira com ascendência indiana. O primeiro filme de um herói asiático também esteve presente nesta fase, com “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”. O primeiro filme com elenco totalmente negro da Marvel foi “Pantera Negra”, lá em 2018. Para os próximos passos, Anthony Mackie vestirá o manto de Capitão América, sendo o primeiro negro a representar o herói.

Vale lembrar que America Chavez, interpretada por Xochitl Gomez, teve que lidar com sua personagem ficando branca em produtos Funko, sofrendo o “whitewashing”, e em meio à protestos, a empresa voltou atrás e deu a cor correta à boneca colecionável.

RELACIONAMENTO

Jessica Alba foto de rosto
Reprodução/Instagram

Jessica Alba revelou que ela e sua filha Honor Warren, de 13 anos, estão fazendo terapia juntas há muito tempo. A atriz e empresária contou que ela está dando à menina espaço para pedir o que ela precisa.

A terapia melhorou o relacionamento de mãe e filha, segundo contou Alba no podcast de Katherine Schwarzenegger, BDA. De acordo com a atriz, o acompanhamento psicológico permitiu que Honor perguntasse à ela o que ela queria de seu relacionamento com sua mãe. Jessica disse que sua filha adolescente ‘sentiu-se capacitada para encontrar sua voz’ participando das sessões com ela.

Jessica Alba acrescentou que Honor agora pode ‘falar com sua voz e ter suas opiniões de alguma forma e realmente ganhar confiança para dizer: ‘Ei, mãe, eu gosto disso, mas não gosto daquilo’”.

Para a atriz foi a melhor coisa que ela fez por um filho.

VEGANA

Veja+: Jessica Alba desabafa sobre cenas de sexo

Jessica Alba revelou no ano passado em suas redes sociais que mudou completamente sua alimentação e se tornou ‘uma pessoa vegana que faz caminhadas para melhorar a saúde’.

A atriz contou que participou de um programa de reeducação alimentar com sua melhor amiga, e agora se sente pronta para encarar o resto do ano de forma mais saudável.

Alba, que é mãe de três filhos com seu marido Cash Warren, comentou no Instagram recentemente sobre a experiência que teve:

“Então, agora sou uma caminhante vegana (…) Passei uma semana como convidada do @theranchmalibu com minha melhor amiga @kellysawyer. Juntas fizemos todas as caminhadas, comemos comida vegana, ficamos em forma e agora estamos prontas para voltar à realidade com novos hábitos saudáveis e dicas sobre como incorporar o bem-estar em nosso dia a dia”, contou.

Mas ficar em forma não foi seu único benefício, segundo ela.

“Dormi 8 horas por noite, baixei meu colesterol, aumentei minha massa muscular magra e me sinto rejuvenescida e pronta para enfrentar o resto deste ano com uma mentalidade mais saudável e feliz”, indicou.

No passado, Jessica Alba revelou que já foi muito irresponsável em relação à comida.

Ela disse em uma entrevista ao jornal The New York Post, que no começo de sua carreira deixava de comer de forma saudável para não se tornar atraente para os assediadores de Hollywood.

“Eu parei de comer quando me tornei uma atriz”, afirma. “Eu tentava me parecer com um menino para não chamar atenção”, relembrou.

Jessica ainda afirmou que foi proibida, pela própria família, de usar calças jeans.

“Eu fui criada acreditando que eu deveria sentir vergonha caso eu chamasse atenção dos homens”, contou na época.

Tags:

Em formação no Jornalismo pela UMESP. Escreve sobre cultura pop, filmes, games, música, eventos e reality shows. Me encontre por aí nas redes: @eumuriloorocha