Taxista chama Príncipe Harry e Meghan de ‘exagerados’, por incidente de carro

Por - 21/05/23 às 08:00 - Última Atualização: 20 maio 2023

Meghan Markle, Príncipe HarryMeghan Markle, Príncipe Harry / Reprodução / Instagram /@sussexroyal

Esta semana foi noticiado que o príncipe Harry e Meghan, duquesa de Sussex, quase se envolveram em um acidente de carro, e, ao contrário do que foi informado, o incidente “não foi catastrófico”, afirmou um motorista de táxi sobre a suposta perseguição que eles sofreram enquanto estavam voltando de um evento em Nova York.

O casal real viajou para a Big Apple com a mãe da duquesa, Doria Ragland, para a gala anual da “Ms Foundation for Women’s”, onde Meghan recebeu um reconhecimento.

Após o evento supostamente eles foram seguidos pelos paparazzi quando foram conduzidos a um táxi de rua em meio à suposta perseguição que foi descrita como “quase catastrófica”, mas agora o motorista Sonny Singh, de 37 anos, responsável por levar o casal, assegurou ao jornal “The Washington Post” que o incidente foi “exagerado”.

Leia+: Homem vai preso, depois de rodear mansão do príncipe Harry

O homem afirmou: “O guarda de segurança me chamou e a próxima coisa que você sabe é que o príncipe Harry e sua esposa estavam entrando no meu táxi. Enquanto subíamos o quarteirão, fomos bloqueados por um caminhão de lixo e de repente os paparazzi vieram e começaram a tirar fotos. Eles estavam prestes a me dar a localização de onde estavam indo, mas então me disseram para voltar para a delegacia, então tivemos que voltar para a delegacia. Eles eram pessoas legais, pareciam nervosos, acho que eles foram perseguidos o dia todo ou algo assim, então eles estavam nervosos. Mas o segurança estava nisso. Não acho que seja verdade [que foi quase catastrófico], acho que é tudo exagerado, então não, não leia muito sobre isso. Nova York é o lugar mais seguro para se estar, certo? Há delegacias de polícia e policiais em cada esquina, então não há nada a temer”, comentou o taxista.

Após o acidente, um representante de Harry – cuja mãe, a princesa Diana, morreu em um acidente de carro em 1997 aos 36 anos – alegou que a “perseguição implacável” do casal resultou em “quase colisões” envolvendo uma série de outros motoristas e pedestres.

O representante disse: “Essa perseguição implacável, com duração de mais de duas horas, resultou em várias quase colisões envolvendo outros motoristas na estrada, pedestres e dois policiais do NYPD (Departamento de Polícia de Nova York). Embora ser uma figura pública traga um nível de interesse do público, isso nunca deve custar a segurança de ninguém. A divulgação dessas imagens, dadas as formas como foram obtidas, incentiva uma prática altamente intrusiva que é perigosa para todos os envolvidos”.

Leia+: Foto do Príncipe Harry viraliza durante compromisso do rei Charles, em Buckingham

A polícia de Nova York confirmou a perseguição através de um comunicado no qual afirma que “nenhuma prisão” foi feita após o incidente, e ‘ninguém no local ficou ferido’.

“Na noite de terça-feira, 16 de maio, o NYPD auxiliou a equipe de segurança privada que protegia o duque e a duquesa de Sussex. Muitos fotógrafos dificultaram o transporte. O duque e a duquesa de Sussex chegaram ao seu destino e não houve relatos de colisões, convocações, feridos ou prisões a respeito.”

Ao que tudo indica, Príncipe Harry e Meghan Markle estão cada vez mais populares nos Estados Unidos e o motivo para isso provavelmente é o trabalho de caridade desenvolvido pelos Duques de Sussex.

A Duquesa, inclusive, é uma das candidatas a receber o prêmio “Woman Of Vision de 2023” por sua defesa aos direitos das mulheres. E recentemente, o casal se reuniu com alguns estudantes para discutir maneiras de amenizar o sentimento de insegurança entre os jovens.

“Harry e Meghan são muito mais populares na América porque são um casal muito moderno e lidam com questões modernas. Ambos estão envolvidos em questões que realmente importam, mas Harry, em particular, presta muita atenção aos cuidados de ex-militares que sofreram vários estresses”, disse Clive Irving, autor de “The Last Queen”.

Além disso, a Revista NewsWeek entrevistou 1.500 eleitores registrados nos Estados Unidos e 39% responderam com menções favoráveis ao casal, um aumento de 18 pontos em relação aos número divulgados em fevereiro.

CRÍTICAS

A breve aparição do Príncipe Harry na coroação de seu pai, o Rei Charles, ainda continua dando o que falar. A imprensa britânica continua reagindo às imagens do Duque de Sussex, e agora a comentarista real e biógrafa Angela Levin criticou o esposo de Meghan Markle, dizendo que ele agiu como um “adolescente bobo” no evento histórico.

Leia+: Meghan Markle afasta rumores de gravidez

Em entrevista com Paul Murray, apresentador da “Sky News”, a mulher lamentou que Harry tenha decidido se distanciar da família, e isso teve sérias consequências para ele.

“Acho que ele estava muito, muito desconfortável, acho que ele se sentiu muito estranho por estar lá sozinho”, disse a comentarista, observando uma imagem em que o príncipe parecia um peixe fora d’água em um determinado momento. Mas para ela o fato mais triste e que denota um distanciamento quase total, foi a forma em que ele foi embora rapidamente e direto para o aeroporto.

“Apressar-se imediatamente, sem sequer ter tempo para dar os parabéns ao pai e ao irmão, é realmente desesperador.”, disse, comparando-o com um ‘adolescente bobo’ por seu comportamento.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×