Mauro Sousa, Dicesar e Brunna Gonçalves curtem a Parada LGBTQIAPN+

Por - 11/06/23 às 14:35

Mauro Sousa, Rafael Piccin, Dicesar e Brunna Gonçalves curtindo a 27ª Parada Lgbt+Foto: Andy Santana e Patrícia Devoraes/Brazil News/Montagem

Neste domingo, 11 de junho, acontece a 27ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo, cuja abertura oficial ocorreu às 12h, e este ano, o tema foi “Queremos políticas sociais para LGBT+, por inteiro e não pela metade”, que reforça a importância de lutar pela proteção social da comunidade, exigir direitos negados e celebrar a diversidade.

Diversos famosos que pertencem à comunidade LGBTQIAPN+ héteros cis que são aliados já chegaram na Avenida Paulista para curtirem a festa mais diversa do país, como é o caso de Mauro Sousa, filho de Maurício de Sousa, que foi acompanhado do marido, Rafael Piccin, com quem trocou muitos beijos.

Elis Annenberg, Rosane Goffman e Fábio Turci também prestigiaram o evento, e posaram bastante sorridentes. Dicésar, ex-BBB que participou recentemente de “A Grande Conquista”, da Record TV, foi montado como drag queen, surgindo poderoso com um look completamente colorido.

Já ansiosas para o show de Pabllo Vittar, um dos mais esperados da Parada, Brunna Gonçalves e a influencer Jess também chegaram no local para curtir o dia do evento e se preparar para a performance da maior drag queen do mundo. Ambas estavam coloridas na roupa.

IMPORTÂNCIA DO TEMA DESTE ANO

O tema que intitula a Parada neste ano visa chamar a atenção da sociedade para a proteção social básica e o direito de todas as pessoas da comunidade, muitas vezes invisibilizadas perante as políticas públicas e assistências sociais.

A maior parte dos planos, programas, projetos, serviços e benefícios são disfarçadamente direcionados às famílias e indivíduos cisgêneros e heterossexuais, barreiras que ficam evidenciadas quando a comunidade se propõe a fazer parte desses programas, que muitas vezes possuem requisitos inalcançáveis pelas genealogias LGBT+.

É necessário discutir temas evidenciados na política de assistência social que possam gerar respostas e soluções para a fragilidade do sistema quando se trata do público LGBT+.

“Chegou a hora da Parada ser um instrumento para evidenciar os diversos dilemas vividos pela população LGBT+, que se encontra em situação de rua, com a falta de moradia e empregos, pobreza e exclusão social”, afirma Claudia Garcia, presidenta da ONG.

Um dos objetivos da escolha deste tema, é tornar o SUAS – Sistema Único de Assistência Social mais conhecido dentro da comunidade e do ativismo LGBT+. Com isso, a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP), convoca governos de diferentes níveis, empresas e a sociedade no geral a dar mais atenção à população LGBT+ em grave situação de exclusão social.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags: ,

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×