Reconciliação? Lady Gaga curte a noite de Las Vegas com ex-namorado

Por - 10/09/23 às 20:00

Lady Gaga e Michael PolanskyLady Gaga e Michael Polansky / Reprodução / Instagram /@ladygaga

Parece que Lady Gaga resolveu mesmo dar uma segunda chance ao relacionamento com o ex-namorado Michael Polansky. A cantora tem sido vista com ele ultimamente, mas não confirmou se eles voltaram a namorar, e esta semana os dois foram vistos em clima de romance, o que indica que realmente pode ter acontecido uma reconciliação em algum momento.

Na semana passada os dois foram fotografados curtindo juntos a noite de Las Vegas, na companhia da afilhada da cantora, Sistillia, meses após seu suposto rompimento.

Gaga e Polansky supostamente terminaram seu relacionamento no início deste ano, mas segundo a revista “RadarOnline” eles continuavam amigos.

“Eles terminaram há alguns meses, mas foi uma separação amigável. Eles ainda são amigos.”

Quanto ao motivo da separação, a publicação revelou na época que tinha algo a ver com casamento e constituição de família. Em 2020, Gaga declarou que estava “muito animada para ter filhos” e ansiosa “para ser mãe”. No entanto, de acordo com a fonte, seu então namorado não estava pronto para nada disso.

Quem é Michael Polansky?

Polansky, de 43 anos, é um guru da tecnologia formado em Harvard. Dirige o Instituto de Imunoterapia do Câncer, que ele co-fundou com o cofundador do Facebook, Sean Parker.

O instituto tem parceria com diferentes centros de câncer nos Estados Unidos, como o MD Anderson Cancer Center da Universidade do Texas, a Universidade de Stanford e o Memorial Sloan Kettering Cancer Center, entre outros.

Foi criado para combater com sucesso os problemas causados pelo câncer utilizando a ideia do sistema imunológico.

De acordo com seu LinkedIn, na última década Polansky atuou como CEO do The Parker Group, que abriga diversas instituições de caridade.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×