Por que Kayky Brito não quer contato com motorista do acidente?

Por - 19/10/23

Kayky Brito

O atropelamento de Kayky Brito no Rio de Janeiro, no início de setembro, segue ganhando novos capítulos. Além do julgamento de Bruno de Luca por omissão de socorro, o motorista que dirigia o carro que atingiu o ator, Diones Coelho da Silva, revelou que está sendo tratado com frieza pela família Brito. 

O motorista, que tenta contato com Kayky depois da alta hospitalar do ator, contou que tem sido ignorado pelo ator e sua família. “O Kayky não me respondeu. Já tentei contato e não tive retorno. Sinto algo muito frio da parte de lá, com relação a poder vê-lo. Quero dar um abraço nele, preciso disso para selar e tirar algo de dentro de mim”, disse em entrevista ao portal iG. 

“Só eu e ele sabemos o que a gente passou. Esse trauma que ficou. Quero muito encontrá-lo, gostaria muito de estar com ele. Mas não depende de mim. Depende deles e eu sinto uma resistência no momento”, completou.

Vale lembrar que o ator chegou a gravar um vídeo de agradecimento ao motorista, mas Diones ficou chateado por não ter sido citado nominalmente na ocasião. “Nem meu nome falou no vídeo que postou. Agradeceu ao motorista e o motorista tem nome, Diones Coelho da Silva, trabalhador, do bem, que só quer encontrar com ele. Dar um abraço, selar e virar a página”, disse ele.

Ele ainda disse que entrou em contato com Stefany Brito, irmã do ator, que o colocou em contato com sua assessoria. Essa, por sua vez, informou que o artista irá conversar com o motorista no “momento certo”.

“Passei mensagem para a Sthefany e ela mal me responde no WhatsApp. Aí eu falo com a assessora dela. Ontem ela me respondeu dizendo que eu ia ver o Kayky no momento certo”, revelou Diones.

Repercussão

Depois do desabafo, Diones foi criticado pelo apresentador David Brazil: “Mas gente… Segue sua vida, amor. Já fez seu papel, recebeu carinho e ajuda do povo. Forçar amizade e ainda expor, já já o povo toma ranço, né gente?”, escreveu o famoso nas redes sociais.

Em seguida, o motorista anunciou que não falará mais sobre o caso. “Sobre o caso, e sobre a pessoa do Kayky, não quero falar mais nada! A partir de hoje vou virar essa página! Desejo tudo de melhor para ele e para toda família. Desejo uma excelente recuperação e todo sucesso do mundo à ele, em nome do Senhor Jesus. Quero seguir minha vida, ficar bem para poder voltar a dirigir e a trabalhar”, declarou. Ele finalizou pedindo que as pessoas da internet tenham menos ódio nos comentários que fazem. 

Relembre o caso

  • Na madrugada de 2 de setembro, Kayky Brito foi atingido por um veículo enquanto transitava pela Avenida Lúcio Costa.
  • Prontamente, ele recebeu assistência no local e foi encaminhado ao Hospital Municipal Miguel Couto, onde foi diagnosticado com traumatismo craniano e politraumatismo corporal.
  • No mesmo dia, o ator foi transferido em uma UTI aérea do corpo de bombeiros para o hospital particular Copa D’Or, no Rio de Janeiro.
  • Kayky passou por diversas cirurgias para tratar fraturas na pelve e no membro superior direito.
  • Apesar de as câmeras de segurança terem registrado o incidente como um acidente, as autoridades estão investigando o caso com base nos depoimentos do motorista de aplicativo responsável pelo atropelamento, da passageira presente no veículo e de Bruno de Luca, que estava com Kayky naquela noite.
  • No dia 13 de setembro, Kayky apresentou melhorias significativas e conseguiu respirar sem a necessidade de aparelhos.
  • Em 18 de setembro, um boletim médico indicou que Kayky estava progredindo de forma muito positiva em seus tratamentos de fonoaudiologia e fisioterapia.
  • Em 22 de setembro, Kayky Brito recebeu alta da UTI, seguindo seu tratamento no hospital
  • Dia 27 de setembro, o boletim médico do ator informou que ele estava cooperando no processo de reabilitação e apresentando boa evolução clínica
  • Em 29 de setembro, Kayky recebeu alta hospitalar para seguir o tratamento em casa