Notícias às 14:37

Rainha Elizabeth muda tradição de luto na Família Real

Reprodução/Instagram

A Rainha Elizabeth II segue em seu momento de luto após a morte do Príncipe Philip, que faleceu no início do mês de abril aos 99 anos, e pelo visto a monarca parece estar quebrando algumas tradições que sempre rondaram a família real em momento de luto.

Geralmente, os membros da realeza britânica utilizam um tipo de brasão diferente quando estão passando pelo período pós-morte de um familiar: um símbolo timbrado com bordas pretas, em respeito a época de condolências. 

Porém, segundo a revista People, a Rainha não irá seguir o antigo protocolo. Em homenagem à modernidade e novas ideias de Philip, que também diversificou muitas das tradições da família, Elizabeth irá usar seu brasão com outra cor, possivelmente em vermelho.  

Os outros membros da família irão continuar com o mesmo brasão timbrado em bordas pretas, um costume antigo da realeza em momentos como este, utilizados desde a Rainha Vitória com a morte de seu marido, o Príncipe Albert, em 1861.

Caixão do Príncipe Philip foi construído há 30 anos
Foto antiga mostra enorme semelhança entre Príncipe Philip e Harry

Funeral de Príncipe Philip reúne membros da Família Real

No sábado (17), aconteceu o funeral do Príncipe Philip, que morreu no dia 9 de abril, aos 99 anos. O evento foi realizado no Castelo de Windsor, em Londres, na Inglaterra.

Rainha Elizabeth, Príncipe Harry, Príncipe William e Kate Middleton estiveram presentes para se despedir do membro da Família Real.

Cara Delevingne relembra amizade da avó com Príncipe Philip

Meghan Markle, que está grávida do segundo filho, ficou nos Estados Unidos. Todos estavam vestindo preto em sinal do luto.

A Rainha Elizabeth deve retomar as suas atividades já no dia 22 de abril.

Kate Middleton se aproxima de Rainha Elizabeth, após morte de Príncipe Philip

Meghan Markle foi aconselhada a não ir com Príncipe Harry ao funeral de Príncipe Philip

 

De acordo com fontes da revista New Idea Royals, foram os conselheiros da família real que supostamente sugeriram ao Príncipe Harry que a Meghan Markle não comparecesse ao funeral do Príncipe Philip.

Não se sabe ao certo se Meghan realmente queria estar lá, no entanto, ela tinha toda a intenção de retornar ao Reino Unido para acompanhar seu marido, neste momento familiar difícil para Harry.

Porém, e citando seu estado de gravidez, os conselheiros disseram que era melhor ela ficar na Califórnia, também como forma de se proteger, já que os britânicos estão mais sensíveis com a morte do companheiro da rainha.

Saiba como o Príncipe William contou aos filhos sobre a morte do avô