Dupla jornada? Globo repete atores em todas as novelas atuais. Entenda!

Por - 07/08/22 - Última Atualização: 6 agosto 2022

Irandhir Santos, Larissa Manoela e Taís Araujo em seus personagens

Atualmente, a Globo tem três artistas com dois papeis em seus folhetins. Sempre para causar reboliço em suas histórias. Funciona muito bem, claro. Da trama das seis à das nove, as semelhanças entre uns e outros criaram confusões inimagináveis.

Leia+: A Favorita: Cela de Donatela pega fogo e ela é dada como morta

Em “Pantanal”, Irandhir Santos interpretou Joventino na primeira fase e voltou idêntico ao pai para causar um reboliço na família. Larissa Manoela começou “Além da Ilusão” como Elisa e vai terminar a história interpretando Isadora. A semelhança das duas é, inclusive, o que dá razão para toda a trama. Por fim, em “Cara e Coragem”, a protagonista de Taís Araujo morreu logo no começo da história. Mas, a estrela não demorou a voltar, mas como Anita, uma mulher extremamente igual à empresária ricaça morta.

Leia+: Relembre os grandes mistérios das telenovelas

Apesar de estar em todos os folhetins globais atualmente, a estratégia não é nova. Pelo contrário, há muitas décadas a televisão usa esse recurso para causar impacto no público. Claro, também lança um desafio para a equipe técnica pensar nas formas de criar a clássica cena em que um fica de frente para o outro, caso aconteça.

De tramas infantis a grandes clássicos mexicanos ou da dramaturgia brasileira, a presença de personagens idênticos é um dos clichês que nós amamos. Agora, listamos dez personagens que foram interpretados pelo mesmo ator ou atriz.

Leia+: Gloria Pires revela trauma por rejeição da Globo no passado

Ruth e Raquel, vividas por Gloria Pires

Ruth e Raquel em Mulheres de Areia
Ruth e Raquel em Mulheres de Areia. Foto: Reprodução / TV Globo

Em 1993, a Globo colocou Ruth e Raquel uma de frente com a outra em “Mulheres de Areia”. O folhetim da irmã boazinha e da vilã foi uma verdadeira sensação em todo o país. Causou mistério, indignação e, em termos atuais, muito engajamento dos expectadores. Gloria Pires foi duplamente impecável.

Leia+: Filho de Gloria Pires faz aparição rara com a mãe

Pancrácio e Pandolfo, por Marco Nanini

Marco Nanini em Êta Mundo Bom
Marco Nanini viveu Pandolfo e Pancrácio em “Êta Mundo Bom”. Foto: Reprodução / TV Globo

Em 2016, “Êta Mundo Bom” colocou um elenco de primeira para a confusão causada pelos gêmeos Pancrácio e Pandolfo. O irmão rico chegou do nada à trama e as personagens de Rosi Campos, Ary Fontoura, Eliane Giardini, Malvino Salvador não sabiam o que fazer. Com Marco Nanini, fica claro que a produção de elenco da trama foi das mais requintadas.

Leia+: Confira os finais trágicos de “A Favorita”

Elisa e Isadora, por Larissa Manoela em “Além da Ilusão”

Larissa Manoela em Além da Ilusão
Larissa Manoela como protagonista de “Além da Ilusão”, na Globo. Foto: TV Globo

Larissa Manoela já chegou na Globo com dois papeis em uma novela. A atriz chegou na trama das seis como Elisa e vai acabar como Isadora. As duas irmãs não são gêmeas e vivem em décadas diferentes, inclusive.

Após o assassinato da primeira, toda a trama se voltou para a semelhança incrível de Isadora com a irmã morta pelo próprio pai, Matias (Antonio Calloni).

Leia+: Saiba como foi a vida de Bruaca Chalana na primeira versão de Pantanal

Isabela e Manuela, de Larissa Manoela em “Cúmplices de um Resgate”

Larissa Manoela em Cúmplices de Um Resgate
Larissa Manoela viveu Isabela e Manuela em “Cúmplices de um Resgate”. Foto: Reprodução / SBT

Apesar das irmãs serem a estreia de Larissa Manoela na Globo, não é a primeira vez que a atriz tem dois personagens em uma novela. Pelo contrário, um dos maiores sucessos do SBT estão sob o talento da estrela.

Isabela e Manuela são as protagonistas de “Cúmplices de um Resgate”, que aparece com alguma frequência entre os títulos mais assistidos da Netflix.

Leia+: Escalada para novela da Globo, Jade Picon comenta rotina agitada

Christian e Renato, por Cauã Reymond

Cauã Reymond em Um Lugar ao Sol
Cauã Reymond viveu Christian e Renato em “Um Lugar ao Sol”. Foto: Reprodução / TV Globo

Antes de começar “Pantanal”, a Globo passou poucas e boas com a audiência de “Um Lugar ao Sol”. Apesar de não engajar o público, a trama trouxe inovação para lá de simples na trama.

O irmão de Cauã Reymond interpretou um dos gêmeos Christian e Renato. Sendo assim, ficou mais fácil para a produção lidar com edição de imagens e tudo mais. De novo, a prova de que a tecnologia criativa é a mais eficiente.

Leia+: Gravações de Cara e Coragem invadem a madrugada no Rio de Janeiro

Omar e Yaqub, interpretadas por Cauã Reymond

Cauã Reymond em Dois Irmãos
Cauã Reymond em “Dois Irmãos”. Foto: Globo

Assim como Larissa Manoela, Christian e Renato não foram os primeiros papéis duplos de Cauã. Ele também viveu Omar e Yaqub em “Dois Irmãos”. A minissérie da Globo foi ao ar em 2017. A trama, baseada na obra de Milton Hatoum, registrou sessenta anos e teve três fases, com o ator na terceira.

Leia+: Veja o encontro das Marias Bruacas das versões de Pantanal

Murilo Benício viveu Diogo e Lucas em “O Clone”

Murilo Benício em O Clone
Murilo Benício foi Diogo e Lucas em “O Clone”. Foto: Reprodução / TV Globo

Gloria Perez marcou a teledramaturgia brasileira com “O Clone”, exibida no começo do século. Ao abordar o tema da clonagem humana quando a ciência era discutida com muitas expectativas, a autora prendeu o público no sofá. Diogo e Lucas não eram irmãos, mas o clone um do outro. O folhetim trouxe muitos bordões e mostrou a cultura marroquina para os brasileiros. Murilo Benício conquistou o público na pele dos irmãos.

Leia+: Rafa Kalimann “marca presença” em cena de Pantanal

Paco e Apolo, em “Da Cor do Pecado”, por Reynaldo Gianecchini

Reynaldo Gianecchini em Da Cor do Pecado
Reynaldo Gianecchini viveu Paco e Apolo em “Da Cor do Pecado”. Foto: Reprodução / TV Globo

Reynaldo Gianecchini já enfrentou o desafio de viver dois irmãos gêmeos. Em “Da Cor do Pecado”, Paco e Apolo foram separados logo após o parto. O pai tinha um caso com a empregada da família, Edilásia (Rosi Campos). Contudo, a esposa do patrão não conseguia ter filhos e, portanto, obrigou que a amante desse o filho ao casal.

Quando percebeu que deu a luz gêmeos, Edilásia não entregou um dos bebês e saiu da casa dos patrões para poder cuidar de seu outro filho. Anos mais tarde, os irmãos se encontraram e deram início à trama. Vale ressaltar que foi “Da Cor do Pecado” foi a primeira protagonista de Taís Araujo em folhetins da Globo.

Leia+: Taís Araujo se reúne com elenco de Cara e Coragem em happy hour

Atualmente, Taís Araujo vive Clarice e Anita em “Cara e Coragem”

Taís Araujo em Cara e Coragem
Taís Araujo como Anita e Clarice em “Cara e Coragem”. Foto: TV Globo

Quem matou Clarice? Essa é a pergunta que move “Cara e Coragem”, novela das sete da Globo que é exibida duas vezes por dia na emissora: obviamente as sete e, depois, na madrugada, como reprise.

Mas não para por aí. A relação da empresária com Alice, uma massoterapeuta idêntica a outra personagem de Taís Araujo também agita a trama. Nesse sentido, a esposa de Lázaro Ramos passeia entre as gravações como Anita e Clarice ao longo de toda a produção. E o público ainda não sabe se, de fato, as duas são irmãs.

Leia+: Cara e Coragem: Pat fica entre a vida e a morte após explosão

Joventino e Zé Lucas, de Irandhir Santos, em Pantanal

Irandhir Santos em Pantanal
Irandhir Santos vive Zé Lucas e deu vida a Joventino em “Pantanal”. Foto: Reprodução / TV Globo

Irandhir Santos deu vida a Joventino na primeira fase de “Pantanal” e agora vive Zé Lucas de Nada na trama de Bruno Luperi.

No folhetim, além de desmentir o fato de que Tadeu (José Loreto) não é filho legítimo do fazendeiro, também criou uma rixa entre o trio de irmãos que se tornou o foco da história.

Leia+: Pantanal: Ibraim quem que Zé Leôncio convença Erika a fazer um aborto

Paola e Paulina, vividas por Gabriela Spanic em “A Usurpadora”

Gabriela Spanic é a atriz que viveu Paola e Paulina em A Usurpadora
Gabriela Spanic como as gêmeas Paola e Paulina em “A Usurpadora”. Foto: Reprodução / SBT

Não é possível passar por uma lista dessas sem citar o símbolo-mor das novelas mexicanas no Brasil. As gêmeas Paola e Paulina, vividas por Gabriela Spanic protagonizam“A Usurpadora”. A trama já foi exibida inúmeras vezes pelo SBT.

Mas, não para por aí. O canal Viva, do Grupo Globo, adquiriu os direitos da Televisa e exibiu a trama. Por fim, a novela das irmãs separadas no berço está disponível no Globoplay – com a dublagem original em português.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags: ,