Terra e Paixão: Personagem de Jonathan Azevedo pratica e Krav Magá. Saiba mais!

Por - 04/05/23

Jonathan Azevedo em festa de lançamento da novela Terra e PaixãoJonathan Azevedo em festa de lançamento da novela Terra e Paixão - Foto: André Horta/Brazil News

Na novela “Terra e Paixão“, que estreia na próxima segunda-feira, 08 de maio, a personagem de Jonathan Azevedo, Odilon, possui uma academia de Krav Magá, na cidade fictícia de Nova Primavera, e ele afirma que a técnica o ensinou a manter a calma em situações delicadas

Leia+: Walcyr Carrasco aposta no sucesso de ‘Terra e Paixão’, sem medo do streaming

Odilon é um lutador de artes marciais, é ciumento e faz par romântico com Tatá Werneck.

Odilon (Jonathan Azevedo) e Anely (Tatá Werneck), personagens de Terra e Paixão
Odilon (Jonathan Azevedo) e Anely (Tatá Werneck), personagens de Terra e Paixão – Foto: TV Globo

Em conversa com o jornal O Globo, Jonathan Azevedo falou sobre o desafio da personagem: “Quando fui convidado para a novela, fiquei animado ao saber que trataria desse tema. Eu já tinha feito jiu-jítsu, judô e taekwondo, mas o Krav Magá é muito diferente. Aprendi a olhar nos olhos do oponente e manter a calma em situações delicadas.”

A TÉCNICA

Mas o que é exatamente o Krav Magá e o que o diferencia das demais artes marciais? Krav Magá não é considerado um tipo de arte marcial, por não ter regras, competições ou premiações, mas sim, uma técnica de defesa pessoal. Foi criado em Israel, na década de 1940, e significa “combate de contato” em hebraico.

“Nós acreditamos que o maior troféu é a vida que é salva na rua ou em qualquer outro lugar”, explica o israelense Avigdor Zalmon, introdutor da arte no estado de São Paulo e Presidente da Federação Internacional de Krav Magá.

Leia+: Terra e Paixão: Rainer Cadete revive passado na Itália e encarna 171 sedutor

A ideia do Krav Magá é simples: transferir o peso na direção do agressor e golpeá-lo com a maior velocidade possível. Os golpes são curtos e rápidos e visam atingir pontos sensíveis do corpo humano, como os olhos, a traqueia, as genitálias e outros. Por esse motivo, o Krav Magá não exige força física e qualquer pessoa, independente de tamanho, gênero ou idade, é capaz de colocar em prática e voltar ileso e seguro para casa.

Parte do treinamento consiste em simular situações reais de perigo que podem acontecer no dia a dia, mas os alunos são orientados a apenas utilizarem a técnica se realmente necessário.

“O Krav Magá é a melhor arte não só para treinar a resistência física, mas também a parte mental, já que para agir rápido, o aluno precisa ter frieza, concentração e estar preparado emocionalmente frente ao agressor”, completa Avigdor.

Leia +: Conheça a família La Selva, cheia de poder, em ‘Terra e Paixão’

O COORDENADOR

Avigdor Zalmon coordena a equipe de instrutores das academias do Estado de São Paulo. Ele conta que, antes de tudo, eles são educadores que ensinam além de uma técnica de defesa pessoal, princípios e valores humanos, cidadania e integração social.

“Os alunos recuperam a autoconfiança e a autoestima e reforço que todos são orientados a só colocar em prática o que aprenderam, em situações de perigo ou agressão”, finaliza Zalmon.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

---

Tags: ,