Frustação: Em documentário raso Davi e Mani têm encontro censurado

Por - 08/05/24 às 16:16

Cena do documentário “Davi, um cara comum da Bahia”, , da Globoplay – ReproduçãoReprodução

“Davi, um cara comum da Bahia”, documentário do Globoplay sobre Davi Brito, vencedor do “BBB 24”, estreou nesta quarta-feira, 8 de maio, sem causar nenhum impacto, nem revelar nada de novo sobre o assunto. Ao contrário do que foi feito com Juliette e Karol Conka, o especial com Davi Brito não é uma série e tem apenas 1h27 de duração.

Trata-se de uma produção rasa, que mostra em sua maior parte do tempo reprises de cenas do BBB 24, participação do vencedor em programas como “Mais Você”, “Encontro “e “É de Casa”, momentos em que ele deixou claro o momento complicado com a mulher que afirmava ser sua esposa. As críticas dos fãs também ganham espaço, mostrando a repercussão do término nas redes sociais.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Cena do documentário “Davi, um cara comum da Bahia”, , da Globoplay – Reprodução
Reprodução

Frustação no reencontro

O esperado encontro em Davi e sua namorada foi gravado, mas censurado. Mostra Mani o tempo todo de costas e não tem som. Na tela a seguinte mensagem explica a cena: “A intimidade da conversa foi preservada. Desejamos que suas escolhas sejam respeitadas”. Ou seja, nem a legenda explica o que realmente aconteceu.

Ana Paula Renault critica ida de Davi ao Rio Grande do Sul

Cena do documentário “Davi, um cara comum da Bahia”, , da Globoplay – Reprodução
Davi olhando foto de Mani Reggo no hotel – Reprodução

Cronologia de um término

A produção segue com uma narrativa que ordena os eventos cronologicamente, culminando quando Davi e Mani se reencontram. No dia 21 de abril, Davi é visto dirigindo pelas ruas de Salvador, refletindo sobre seu relacionamento passado. “Mani merece tudo de bom na vida, espera que ela consiga vencer. Ela não está mais comigo, mas eu estou disposto para ficarmos juntos. Depende dela. Quero que ela vença”, revela Davi durante o percurso.

Oito dias após essa declaração, o tão esperado encontro acontece em Salvador. O documentário captura Mani chegando ao local marcado, onde os dois trocam um abraço caloroso e iniciam uma conversa que, curiosamente, não é audível no filme. Um letreiro no documentário explica: “Depois de tantos ataques, Mani e Davi aceitaram se encontrar em Salvador (BA) em 29 de abril de 2024.

Cena do documentário “Davi, um cara comum da Bahia”, , da Globoplay – Reprodução
Reprodução

Davi viaja para o Sul para atuar como voluntário socorrista. Saiba tudo!

Decisão de Mani: Sem entrevistas

Ao final, Mani é vista deixando a residência de Davi, e um novo letreiro informa os espectadores de uma decisão importante: “Mani decidiu não dar entrevista para o documentário”. Este momento sublinha a escolha de Mani em manter sua privacidade e não participar ativamente da narrativa pública que o documentário propõe.

A obra do Globoplay frusta o público e não acrescenta absolutamente nada na trajetória de Davi. O sentimento que sobra após assistir ao documentário é que Davi teve uma vitória triste, ofuscada por problemas com familiares e sentimentais, nenhum deles retratado em suas cenas.

Cena do documentário “Davi, um cara comum da Bahia”, , da Globoplay – Reprodução
Reprodução

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×