Origem latina complicou início de carreira de Jenna Ortega: ‘Eu não me encaixava’

Por - 07/11/23 às 19:00

Jenna OrtegaJenna Ortega / Reprodução / Instagram /@jennaortega

Aos seus 21 anos, Jenna Ortega, a protagonista de “Wandinha“, confessa que batalhou muito na indústria de Hollywood para conseguir avançar em sua carreira como atriz. Isso porque ela afirma que não se enquadrava nos padrões de beleza exigidos, e por ser de ascendência latina, não conseguia papéis relevantes.

Em uma nova entrevista à revista “Harper’s Bazaar”, a atriz lembra como achou difícil o início da carreira:

“Como ator mirim, há dois empregos que você pode conseguir: ou você é a versão mais jovem de alguém ou interpreta a filha de alguém, e simplesmente não havia muitos atores latinos proeminentes para quem eu pudesse ser isso, então muito do que havia quando estava crescendo nunca deu certo, porque eu não me via de uma determinada maneira. Foi muito difícil ouvir sobre algo que você não podia mudar e que era o que te impedia de ter sucesso”, lamenta, dizendo que não se encaixava, preocupando-se com as novas gerações de artistas.

“Não quero que outras meninas olhem para a tela e sintam que precisam mudar sua aparência para serem consideradas ‘bonitas’ ou ‘dignas’”, justificou.

Se por um lado, os ‘gringos’ acham que ela é latina, os latinos a consideram gringa, porque para muitos Jenna não é uma representante adequada de sua cultura:

“Há muito debate e discurso sobre o que significa ser verdadeiramente latino… eu não nasci num país de língua espanhola, não passei muito tempo no México e nunca estive em Porto Rico, então há um sentimento de não ser digna o suficiente para ser uma representante adequada”, afirma.

Mas Ortega disse à publicação que ela, junto com outros artistas latinos, está ajudando a abrir espaço e oportunidades para outros latinos na indústria do entretenimento: “Quero sentir que posso abrir as portas para outras pessoas”, comentou.

Jenna Ortega tem 21 anos, e nasceu em Coachella Valley, Califórnia. Ela começou sua carreira como atriz mirim, fazendo pequenas aparições em séries de televisão como Rob (2012) e CSI: NY (2012). Em 2014, ela ganhou reconhecimento por interpretar a versão infantil de Jane na série de comédia dramática Jane the Virgin (2014-2019).

Em 2016, Ortega teve seu papel revelação como Harley Diaz na série de comédia “Stuck in the Middle” (2016-2018), pela qual ganhou um Imagen Award. Ela também apareceu em vários filmes, incluindo “Insidious: Chapter 2” (2013), “The Babysitter” (2017), “The Fallout” (2021) e “Studio 666” (2022).

Em 2022, Jenna Ortega foi escalada para o papel principal de Wednesday Addams na série de comédia de terror Wednesday [Wandinha], da Netflix. Sua atuação foi elogiada pela crítica, e ela foi indicada ao Globo de Ouro e ao Screen Actors Guild de Melhor Atriz em série de comédia.

A atriz também é uma ativista social, defendendo a igualdade racial e da reforma da justiça criminal. Ela também é uma porta-voz da organização sem fins lucrativos “We Need Diverse Voices”, que promove a diversidade na mídia.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×