Famosos se emocionam no velório de Ziraldo. Fotos!

Por - 07/04/24 às 14:26

Velório de Ziraldo- amigos e familiaresAmigos famosos se despediram do cartunista - Foto: Julio Cesar/ AgNews

Uma legião de famosos esteve no velório do cartunista, jornalista, chargista, pintor e escritor Ziraldo Alves Pinto, neste domingo, 07 de abril, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

Ziraldo, que morreu na tarde de sábado, 06 de abril, aos 91anos, enquanto dormia, será sepultado  ainda neste domingo, às 16h30, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul.  

Muito querido por familiares e amigos, Ziraldo recebeu as últimas homenagens de famosos como Andreia Beltrão e o marido, Maurício Farias, além de Camila Pitanga, o pai dela, Antônio Pitanga e a esposa, Benedita da Silva, Zuenir Ventura, Otávio Müller, Enrique Diaz, Fernanda Torres, autoridades como o prefeito do Rio, Eduardo Paes, entre outros.

Famosos lamentam a morte de Ziraldo

A morte de Ziraldo, ocorrida na tarde deste sábado, 06 de abril, enquanto cartunista dormia, abalou os famosos. Muitas pessoas destacaram que as criações do artista, principalmente O Menino Maluquinho, marcaram suas vidas

“Choram todos os meninos maluquinhos – de todas as idades. Ziraldo, gênio Flicts, se despede. Viva Ziraldo!! 1933-2024”, escreveu Zeca Camargo

O ator Matheus Nachtergaele igualmente se emocionou: “Eu amo Ziraldo. Só não posso dizer adeus a ele. Simplesmente não posso dizer adeus a ele… Meus sentimentos à família e ao Brasil”, lamentou o artista

Quem era Ziraldo

Jornalista, cartunista e escritor Ziraldo Alves Pinto, mais conhecido como Ziraldo, de 91 anos, era criador de personagens famosos, como Menino Maluquinho e Flicts, alguns dos principais clássicos da literatura infanto-juvenil brasileira.

Ele nasceu em 24 de outubro de 1932 em Caratinga, Minas Gerais, onde passou a infância. Primogênito de uma família com sete irmãos, foi batizado a partir da combinação do nome da mãe (Zizinha) com o nome do pai (Geraldo), ou seja, uma homenagem .

Leitor assíduo desde a infância, teve seu primeiro desenho publicado aos seis anos de idade, em 1939, no jornal A Folha de Minas. Ele, sobretudo, foi um dos fundadores nos anos 1960 do jornal O Pasquim, um dos principais veículos a combater a ditadura militar no Brasil. Assim sendo, com textos ácidos, ilustrações debochadas e personagens como o Graúna, os Fradins ou o Ubaldo, o semanário entrou na luta pela democracia.

Ziraldo já foi tema de exposição

Em 1958, casou-se com Vilma Gontijo, sua namorada havia sete anos. Desse modo, tiveram três filhos, Daniela, Fabrizia e Antônio.

Tags: ,

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×