Ana Maria Braga lembra de Tom Veiga em aniversário: ‘Faz muita falta’

Por - 06/02/24

Ana Maria Braga e Tom Veiga

Ana Maria Braga voltou a lembrar de seu eterno companheiro Tom Veiga, que morreu em novembro de 2020. O intérprete de Louro José completaria 51 anos de idade nesta terça-feira, 6 de fevereiro, e foi lembrado com muito carinho.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

No Mais Você, da TV Globo, a apresentadora fez questão de homenagear o amigo. “Hoje é o aniversário do meu grande amigo Tom Veiga. Se o Tonzinho ainda estivesse aqui, ele faria 51 anos. Morreu cedo demais, aos 47… Até hoje a dor da saudade é a mesma”, começou.

Então, ela falou sobre o segundo mascote, Louro Mané, que é considerado parente do papagaio original. “A gente tem aqui o neto dele, o Louro Mané, que mata um pedaço da saudade, mas… O Lourinho, o Tom, onde ele estiver… Eu queria desejar parabéns, Tom. Você faz muita falta”, declarou Ana Maria, que ainda pediu desculpas por se emocionar ao vivo.

Mais Você: Ana Maria Braga comemora 6 mil programas e se emociona

Além disso, ela publicou uma foto ao lado de Tom Veiga nas redes sociais. Na imagem, ele aparece a abraçando por trás e dando um beijo em suas bochechas. “Feliz aniversário, Tom. Sempre comigo”, lembrou. 

BBB 24: Ana Maria Braga, Dani Calabresa e mais se divertem com ‘calabreso’

Disputa pela herança

Em setembro de 2023, quase três anos após a morte de Tom Veiga, a Justiça determinou que a herança deveria ser dividida apenas com os seus quatro filhos. A batalha judicial envolveu a viúva Cybelle Hermínio da Costa, que foi casada por oito meses com o ator. As informações são do jornal Extra.

Entenda a disputa pelo testamento de Tom Veiga

De acordo com a publicação, a Justiça determinou a anulação do testamento deixado por Tom. Nele, Cybelle detinha 50% dos bens do intérprete do Louro José. Os quatro filhos dividam os outros 50%, sendo 12,5% para cada um. Como resultado, a nova decisão da Justiça, os filhos ficam com 100%, e Cybelle sem nada.

O casamento de Tom e Cybelle terminou dois meses antes dele morrer. Já o divórcio estava previsto para sair quatro dias após a sua morte. Três dias antes de sofrer um AVC fatal, o intérprete de Louro José enviou um áudio a um amigo avisando que tiraria Cybelle do seu testamento, só que ele não conseguiu realizar tal desejo.

Ana Maria Braga: Água fresca, ping pong e alto astral, os segredos da nossa loira

Além disso, Tom ainda enviou a Alessandra Veiga, sua segunda mulher e com quem estaria reatando o relacionamento, fotos e áudios narrando ter sofrido agressão física de Cybelle, o que teria motivado a separação deles.