Ex-presidente Lula bate recorde em podcast no mesmo horário de live de Bolsonaro

Por - 03/12/21 às 10:20

Lula sorrindo, participando do PodpahFoto: Reprodução/ Youtube Podpah

Pré-candidato à Presidência da República pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva foi o responsável pelo recorde de audiência no “Podpah”, na noite de quinta-feira, 02 de dezembro. A participação do político, que presidiu o Brasil de 2003 a 2010, foi a mais assistida do programa, somando mais de 2 milhões de acessos durante a live e chegou a ter 300 mil ouvintes simultâneos. O recorde anterior, com 120 mil espectadores simultâneos, havia sido registrado em setembro, na passagem dos gamers Eltin e Rafael.

Na entrevista, Lula falou sobre vários assuntos, entre eles o governo de Jair Bolsonaro, futebol, contou histórias da juventude, de quando era metalúrgico, da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) e seus planos caso reassuma a presidência do país, em mais em cerca de duas horas de conversa. Os apresentadores, Mítico e Igão transmitiam a entrevista estrategicamente no mesmo horário da live semanal de Bolsonaro, que teve cerca de 8,8 mil acessos no YouTube. As críticas ao atual governo, claro, foram destaque.

“Esse cara é grosso, esse cara não sabe respeitar o ser humano, esse cara não sabe respeitar a sociedade, esse cara não gosta de negro, de LGBT, não gosta das mulheres, não gosta de sindicato. Ele só gosta de milico, de miliciano. Ela não gosta de livro, só gosta de arma”, disse Lula, enfatizando ainda que “Bolsonaro é “anomalia política” e que “não deveria existir”.

Lula destacou que o governo Bolsonaro acabou com o país: “Eles acabaram com tudo. Diminuíram o dinheiro para as universidades. O Enem, que já teve 16 milhões de pessoas inscritas, este ano teve só 3 milhões. Tem um milhão de meninos e meninas devendo pro Fies que não podem pagar. Anistia essas crianças, qual o prejuízo pro país? Tem tantos empresários que dão calote, o que custa anistiar esses meninos”.

“Acabaram com o ciência sem fronteiras, que tinham 100 mil brasileiros estudando lá fora. Acabaram com o investimento em ciência e tecnologia. O Brasil já era para estar produzindo a vacina. O Brasil tem competência pra isso”, pontuou Lula. “O Brasil era motivo de orgulho”, relembrou.

Veja +: Gil do Vigor se emociona e agradece Lula pelo acesso à educação

PROCESSO CONTRA SÉRGIO MORO

Lula também falou sobre o ex-ministro Sérgio Moro. Em 12 de julho de 2017, o então juiz federal condenou o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão na ação penal referente ao caso do triplex, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo o petista, foi uma injustiça a condenação por Moro.

“Graças a Deus eu provei que sou inocente. Estou até hoje perguntando para esse Moro o que eu roubei. Eu fui condenado por um fato indeterminado”, assegurou. 

O pré-candidato à presidência disse que as marcas que sofreu por conta da condenação são profundas e, por isso, pretende processar o ex-juiz em algum momento: “Eu ainda vou pensar bem, mas em algum momento eu vou processar. Nem que seja um tataraneto a ganhar um processo meu contra essa sacanagem que fizeram comigo”, afirmou. 

ERROS DO PT

Principal representante do Partido dos Trabalhadores, o ex-presidente falou também sobre o período em que o PT esteve no poder e reconheceu que houve erros em muitos aspectos. Contudo, Lula afirmou que a crítica deve vir da população.

“Deve ter tido muito erro. As pessoas falam que eu não faço autocrítica, porque vou eu mesmo me criticar, deixa meus adversários me criticarem. Eu nunca vi ninguém pedir pro Fernando Henrique Cardoso fazer autocrítica”, afirmou Lula.

“Eu não faço porque eu quero que você faça a crítica. Por favor, fale mal de mim, fale o que você acha que eu não fiz”, pediu o ex-presidente.

O petista falou ainda sobre o que pretende fazer caso retorne ao poder: “Eu acho que o PT errou em muita coisa, se eu voltar você vai ver, eu vou fazer muita coisa nesse país que eu sei que pode fazer e eu não fiz porque não sabia”, garantiu.

Veja +: Lula reconhece que o PT ‘não presta para algumas coisas’

Na entrevista também revelou que tem até março para decidir sobre a candidatura em 2022 e que só existe uma razão para tentar voltar a ser presidente: “Fazer o povo voltar a comer. A minha obsessão, nenhuma criança pode ir pra cama ou acordar de manhã sem ter um café da manhã. A fome é dura”, disse Lula sobre o combate à fome no país.

“Enquanto eu tiver vida e vontade de brigar, por que eu vou parar? Você não imagina o tesão que eu estou para consertar este país. Quero provar que esse elite perversa não consegue governar esse país e só pensa nela”, afirmou. 

MARÍLIA MENDONÇA

Inicialmente, Lula iria ao Podpah no último dia 05 de novembro, data em que ocorreu o acidente aéreo que vitimou Marília Mendonça e outras quatro pessoas que estavam a bordo do avião bimotor que caiu na Serra de Caratinga, em Minas Gerais.

Sem clima para a conversa, tanto a assessoria do presidenciável e produção do programa entenderam que era melhor remarcar o bate-papo.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Irmão de Marília Mendonça, Maiara e Maraisa fazem homenagem no ‘Fantástico’
A Fazenda 13? Dayane Mello é a 11ª eliminada do reality rural
Marcos Mion faz análise do ano: ‘Do maior pesadelo ao maior sonho’

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags: ,

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×