Viúva do ator de ‘Chaves’ revela que ‘sacrificou sua maternidade’ por ele

Por - 01/12/23 às 03:00 - Última Atualização: 30 novembro 2023

Florinda Meza, Roberto Gómez BolañosFlorinda Meza, Roberto Gómez Bolaños / Reprodução / Instagram /@florindamezach1

Dia 28 de novembro completaram-se nove anos da morte do ator e criador do “Chaves”, Roberto Gómez Bolaños, e a viúva Florinda Meza, compartilhou com seus seguidores no Instagram um ‘conto romântico’ real sobre sua história de amor verdadeiro com ‘don Rober’. No vídeo que a atriz de 74 anos publicou ela fala sobre o fato de não ter tido filhos com o ator, dizendo que ela sacrificou sua maternidade para estar com o grande amor de sua vida, que já tinha seis filhos quando se conheceram, e estava vasectomizado.

Meza afirma que não se arrepende de sua decisão, e isso era sempre lembrado por Bolaños, que se sentia culpado por não ter filhos com seu maior amor:

“Ele sempre me agradeceu, mas pesava muito não ter tido filhos com sua ‘mulher ideal'”, afirma.

Ela finalizou o conto dizendo: “O amor verdadeiro, o amor eterno existe sim, e foram muito felizes durante 40 anos.”

Posteriormente, a intérprete de Dona Florinda compartilhou a visita que fez ao túmulo do ator. Na imagem, ela aparece rezando na frente do lugar de descanso final do seu grande amor.

“Bom dia, minha alegria. Como está o céu? Aqui, seus fãs e eu sentimos muito sua falta, meu Rober… sempre”, escreveu na legenda. “Hoje, como sempre, e mais do que nunca, você está em meu coração. Cada batida é o som de sua voz, que me segue dizendo ‘bonita, estou aqui… te amo’. Para o mundo você é Roberto Gómez Bolaños, “Chespirito”. Para mim você foi, é e sempre será ‘meu Rober’, que me ensinou que o amor eterno sim existe”.

Roberto Gómez Bolaños, conhecido como Chespirito, morreu em 28 de novembro de 2014, aos 85 anos. Ele faleceu na cidade de Cancún, no México, vítima de uma parada cardíaca.

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×