O que Justin Bieber tem a ver com Selena Gomez deixar as redes sociais?

Por - 05/10/23

Selena Gomez

Selena Gomez já revelou que ela tem uma equipe para cuidar de suas redes sociais, porque já não tem os aplicativos em seu celular, para proteger sua saúde mental. E em sua nova entrevista à revista “Fast Company”, a atriz e cantora confessou que foi seu rompimento com Justin Bieber que a levou a abandonar as redes.

O romance intermitente de Selena e Justin terminou depois de oito anos em 2018 e pouco depois, ele começou a sair com sua agora esposa Hailey Baldwin. No mesmo ano ela foi diagnosticada com transtorno afetivo bipolar.

Em declarações à publicação Selena disse: “Sofria sobre minha aparência por causa do que via no Instagram. Uau, gostaria que meu corpo fosse assim…”, justificou.

E os comentários cruéis sobre seu corpo, começaram a prejudicá-la, porque ela sentia que já não tinha mais um “corpo de adolescente”.

Ela também confessou que não queria se abrir tanto ao ponto de revelar seu diagnóstico.

Ela compartilhou: “Eu cresci agradando as pessoas. Tive uma responsabilidade desde muito jovem – os jovens me admiravam. Eu não sabia quem eu era. Ter essa responsabilidade me faria pisar muito em ovos. … Achei que talvez fosse prejudicial contar às pessoas quem eu sou. Isso começou a se tornar uma ameaça que me assustou”, afirma.

Mas a fundadora da “Rare Beauty” disse que ficou aliviada ao receber o diagnóstico porque estava lutando contra seu humor. “Passei por uma temporada muito difícil. Foram meus altos e baixos, e eu não sabia o que fazer, então não conseguia controlar (…) era uma sensação de tortura. Por isso, quando descobri meu diagnóstico, foi só: ‘Ah, tudo bem, me sinto um pouco aliviada, entendi um pouco mais'”, explicou.

TIKTOK

Selena Gomez é capa da edição especial da revista “Vanity Fair”, que compartilha com outros nomes da indústria como Austin Butler, Ana de Armas, Jonathan Majors e Florence Pugh. Em sua entrevista para a publicação, a cantora e atriz de 30 anos se abriu sobre sua vida social e falou, entre outras coisas, qual a única rede social que ainda mantém em seu celular, por considerar a menos ‘agressiva’ para sua saúde mental.

Durante a conversa Selena contou que seu Instagram é agora administrado por sua assistente, e explicou que deixou essa rede em meio á sua separação de Justin Bieber.

“Eu nunca tive a chance de ir para uma escola de verdade. O mundo foi meu colégio por muito tempo e comecei a ser inundada com informações que não queria. Passei por momentos difíceis em um rompimento e não queria ver nenhum [feedback] – não necessariamente sobre o relacionamento, mas as opiniões minhas versus [de outra pessoa]. Havia milhares de comentários realmente legais, mas minha mente ia direto para os maldosos. As pessoas podem me chamar de feia ou estúpida e eu fico tipo, tanto faz. Mas essas pessoas são detalhistas… Eles escrevem parágrafos que são tão específicos e mesquinhos. Eu estava constantemente chorando. Eu constantemente tinha ansiedade… eu não conseguia mais fazer isso. Foi uma perda de tempo”, justificou.
Paul Rudd abre o jogo sobre trabalhar com Selena Gomez

Sobre outras redes sociais, ela entregou: “A única coisa que tenho no meu telefone é o TikTok porque acho que é um pouco menos hostil. Existem coisas maravilhosas nas mídias sociais – conectar-se com os fãs, ver como eles estão felizes e empolgados e suas histórias. Mas geralmente isso é filtrado [para mim agora]. Eu criei um sistema. Tudo que faço envio para minha assistente que publica. No que diz respeito aos comentários, minha equipe reunirá algumas coisas que são encorajadoras”, explicou.

Sobre o Twitter, Selena afirmou que não é seu aplicativo favorito e agora que está em outras mãos [Elon Musk] sente que a plataforma passou a ser irresponsável e insegura.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.