Cassia Kis volta a ser assunto após falas homofóbicas. Entenda!

Por - 30/01/23 às 12:11

Cassia KisCassia Kis alega desemprego para evitar multa por falar homofóbicas (Foto: João Cotta/TV Globo/Divulgação)

O nome de Cassia Kis vem sendo muito veiculado por conta de todas as polêmicas políticas que a atriz vem se envolvendo, após o forte apoio á Jair Bolsonaro. No ar como Cidália em “Travessia”, ela alega estar desempregada em um processo que vem sendo movido contra ela pelo Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT. As informações são do Metrópoles.

Leia+ Cassia Kis diz que a pandemia de Covid-19 foi “maravilhosa”

O caso estourou em outubro do ano passado por conta da entrevista que ela deu a Leda Nagle em uma live nas redes sociais, onde acabou proferindo falas que fere direitos de pessoas LGBTQIAP+. O processo tem um valor de danos morais de R$ 250 mil.

A defesa de Cassia alega que ela está com problemas financeiros e que o valor da indenização deveria ser reduzido. O advogado alega que a sentença está “impossibilitando sua subsistência e o sustento da sua família”. O Metrópoles também mostrou trechos da defesa da atriz, como este abaixo:

Leia+ José de Abreu comenta atos de Cassia Kis: “Deficiência Psíquica”

“Em caso de procedência do pedido elaborado na exordial, que o valor arbitrado com indenização por danos morais seja substancialmente reduzido, pelo fato da ré ser uma pessoa física e por estar desempregada no momento.”

Em contrapartida, algumas informações da colunista Carla Bittencourt do Notícias da TV apontam que ela tem contrato vigente com a Globo até 2025. A acusação do grupo pró LGBTQAIP+ considerou as falas de Cassia Kis prejudiciais a toda a comunidade, uma vez que ela disse que relacionamentos de pessoas da sigla estariam “Causando destruição das famílias”.

Leia+ Cassia Kis aparece em manifestações antidemocráticas

A defesa já alega que esta fala “não traz qualquer agressão, preconceito, incitação ao ódio, ou discriminação em relação às famílias homoafetivas”. Os advogados da atriz também afirmam que  “a ré é apenas uma cristã que acredita nos conceitos e dogmas da religião católica e quer viver sua vida segundo a doutrina cristã”.

FALABELLA DETONA CASSIA KIS

Miguel Falabella esteve presente na RFM, uma rádio portuguesa, nesta semana. Entre tantas coisas sobre sua carreira e obras em que trabalhou ou dirigiu, foi lançado um questionamento se em algum momento existiu algum trabalho em que ele recusaria se fosse hoje em dia.

Categoricamente, Falabella revelou que ao olhar para trás existem alguns trabalhos que ele teria recusado. Um dos apresentadores questionou com quem, e ele respondeu que alguns com Cássia Kis, falando que a atriz mostrou “seu lado desumano e monstruoso”:

Leia+ Colegas dão apelido para Cássia Kis nos bastidores de “Travessia”

 “Com Cássia Kis, por exemplo, com quem trabalhei, fiz até teatro. Porque, na verdade, o que nós vimos hoje em dia, a pessoa que ela se transformou, ela já era, mas nós éramos mais jovens e preferíamos não ver aquele lado monstruoso, desumano”.

A atriz é bolsonarista e participou de alguns atos antidemocráticos, após a eleição de Luís Inácio Lula da Silva como presidente da República. Miguel também voltou ao passado e contou situações aonde ele enxergava esse lado, mas que era muito jovem, ou tinham muitas pessoas para administrar e acabavam passando:

“Eu me lembro que ela fez coisas muito desagradáveis em uma peça e até na época eu falei: ‘não é assim que se trata as pessoas, está louca?’. Mas, a gente não tinha muito tempo para isto, era um elenco muito grande e era outra coisa. Mas, hoje em dia ela se mostrou.”

Veja o momento a partir de 17:45:

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Em formação no Jornalismo pela UMESP. Escreve sobre cultura pop, filmes, games, música, eventos e reality shows. Me encontre por aí nas redes: @eumuriloorocha


×