Justiça de São Paulo nega pedido de exumação do corpo de Gal Costa

Por - 10/04/24 às 08:10

Gal Costa de vestido vermelho, com os braços abertos e iluminação de fundoGal Costa - Foto: Divulgação / Carol Siqueira

A Justiça de São Paulo negou o pedido de exumação do corpo de Gal Costa, falecida em novembro de 2022. O pedido, feito por Gabriel Costa, filho da cantora, não se encaixa nas atribuições da Vara de Registros Públicos, encarregada de analisar a solicitação.

A  juíza pediu que o processo seja encaminhado à polícia, na Central de Inquéritos Policiais e Processos (CIPP), que deve apurar os fatos narrados por Gabriel Penna Burgos Costa.

“A questão trazida pelo requerente não é apenas registral, mas também notícia-crime. Os fatos narrados sugerem a prática de delito em face da Sra. Gal Maria da Graça Penna Burgos Costa”, afirma a decisão.

Ex-empresário diz que Gal Costa era milionária

O pedido do filho, Gabriel

Gabriel Costa queria que o corpo de sua mãe fosse exumado e submetido a uma necrópsia para esclarecer a causa de sua morte, questionando o atestado de óbito que menciona um infarto agudo do miocárdio. Este pedido levantou suspeitas e gerou uma onda de dúvidas entre os próximos da cantora, levando a justiça a redirecionar o caso para um patamar de investigação criminal.

A defesa de Gabriel questiona que Gal teve “morte natural por causa desconhecida”, e não infarto agudo do miocárdio. O advogado aponta que, no momento da morte da cantora, nenhum médico estava presente para atestar o verdadeiro motivo do óbito.

Acesso restrito

O pedido enviado pelo filho de Gal diz ainda que foi Wilma Petrillo quem recebeu o Samu na casa da artista e, após ter atestada a sua morte, proibiu “qualquer autópsia que fornecesse maiores informações e determinando desde logo o sepultamento em jazigo particular, de acesso restrito”.

“A questão aflige tanto o filho de Gal quanto amigos próximos da cantora, que, desde sua morte, realizam pleitos para investigação da causa da morte”, diz a petição.

O mistério envolvendo a morte da cantora motivou a defesa de Gabriel a apontar que “A situação se faz de tal modo misteriosa que o requerente, filho único e herdeiro se pergunta como veio a falecer sua mãe, que parecia estar bem, vivenciando o dia a dia em sua residência e, de repente, foi acometida, subitamente, com a morte, sem testemunhas que descrevessem como e porque se deu a passagem. Sem explicações”.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Disputas familiares

Placa do túmulo de Gal Costa
A placa foi colocada após protestos de fãs da cantora – Foto: Reprodução

Além da exumação, Gabriel expressou o desejo de transferir os restos mortais da mãe do Cemitério da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, em São Paulo, para o Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, seguindo um suposto desejo de Gal Costa. Esse pedido se junta a outras questões legais e emocionais, incluindo a disputa sobre a declaração de união estável pós-morte entre Gal e Wilma Petrillo, que agora também é considerada herdeira.

Outro trecho da solicitação de Gabriel alega que “no Cemitério eleito por ela, como manifestação de última vontade, encontram-se os restos mortais de todos, ou talvez da quase totalidade, dos maiores nomes que representaram a cultura musical da Nação Brasileira e que viveram em grande parte de suas vidas no Rio de Janeiro, a saber: Ademilde Fonseca, Waldir Azevedo, Anísio Silva, Carmem Miranda, Braguinha, Cazuza, Ari Barroso, Francisco Alvez, e outros de igual grandeza”.

Gabriel Costa e Wilma Petrillo: entenda a polêmica sobre herança de Gal Costa
Gabriel Costa e Wilma Petrillo: entenda a polêmica sobre herança de Gal Costa

Entenda o caso

Gal Costa, que morreu em novembro de 2022, é pauta de uma briga judicial entre seu filho, Gabriel Costa, de 18 anos, e a ex-empresária e viúva Wilma Petrillo. A disputa segue de pé e a briga ganha um novo capítulo com a exibição de uma matéria especial do caso no Fantástico, no domingo, 31 de março.

Esposa de Faustão revela sucesso de transplante

Gabriel pediu a exumação do corpo da cantora para investigar as causas da sua morte. Na época, a informação veiculada foi de que ela morreu devido a um infarto agudo no miocárdio. Porém, a certidão de óbito descreve um câncer de pescoço e cabeça.

Gal Costa e o filho, Gabriel
Reprodução/Instagram

O filho Gal contesta a relação que Wilma disse existir. Segundo ele, limitava-se a um relacionamento profissional: “Ela virou empresária da minha mãe, começaram a morar juntas, só que sem nenhum tipo de relacionamento, além da amizade e trabalho”.

Já na versão de Wilma Petrillo, ela diz que as duas tinham uma relação de cumplicidade e que Gal a ‘amava muito’:

“Ele não pode dizer que não éramos um casal. A cumplicidade que nós tínhamos era muito grande. O amor maior ainda. Eu sei que ela me amava muito”.

Em seu pedido de exumação, Gabriel relembra que tudo aconteceu muito rápido. O fato é que antes do fatídico dia que a cantora morreu, ela havia se internado em setembro para retirar um nódulo da fossa nasal. Em decorrência a isto, ela cancelou uma série de shows. Dois meses depois, a notícia da sua morte tomou conta do Brasil. “Eu só quero ter certeza que é a parada cardíaca, porque foi tudo muito repentino”, defende.

Luciano Liberato? Huck é confundido com Gugu e vídeo viraliza

Suspeitas

Wilma contesta a versão e diz que não entende o motivo da desconfiança. Para Renata Ceribelli, ela disse: “Eu não sei do que ele está desconfiando, ele acha que matei a mãe dele?”.

O pedido feito por Gabriel inclui a transferência dos restos mortais de Gal para o Rio de Janeiro, local onda a mãe da cantora, Mariah Costa Pena, está enterrada. Quem solicitou que a cantora fosse enterrada na Consolação, em São Paulo, foi Wilma.

Gabriel completou 18 anos recentemente e, na época, não pode interferir na decisão da suposta madrasta. Petrillo também quer o reconhecimento da união estável. Caso seja favorável a seu lado, em que afirma ter vivido 24 anos junto de Gal, ela teria direito a 50% do patrimônio da lenda da MPB.

---

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×