Município em estado de emergência gasta R$ 1,3 Milhão para contratar show de  Gusttavo Lima

Por - 31/01/24 às 21:15 - Última Atualização: 1 fevereiro 2024

Gusttavo Lima todo de preto, no palco, segurando microfone, agachadoReprodução/ Instagram @gusttavolima

Atualizada em 01/02/24 às 09:47

A cidade baiana de Campo Alegre de Lourdes, com uma população de 30 mil e atualmente enfrentando uma severa estiagem, decidiu esbanjar R$ 1,3 milhão para levar Gusttavo Lima em um show em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes no dia 9 de fevereiro. O valor assusta, principalmente pelo fato de ser gasto pela prefeitura de um município cuja população enfrenta sérios problemas por conta da falta de chuvas.

Conta não Fecha: Orçamento da Cultura x Show Milionário

A situação fica ainda mais intrigante ao se analisar os números: o cachê do cantor, contratado sem licitação pelo prefeito Enilson Marcelo Rodrigues da Silva, é três vezes o orçamento total da Cultura do município em 2023, que foi de meros R$ 413 mil. Esta cifra está bem próxima do que foi destinado a Urbanismo, que contou com R$ 1,6 milhão. Até mesmo a secretaria de Esporte e Lazer, com um orçamento de R$ 485 mil, fica ofuscada pela grandiosidade do evento.

Anúncio em Grande Estilo

Nas redes sociais, a prefeitura não poupa esforços para anunciar o evento. Uma postagem no Instagram declara com entusiasmo: “Agora é oficial! Dia 09 de fevereiro sobem ao palco do nosso município: Gusttavo Lima, Tayrone e Francildo Silva — Pisadinha do Vaqueiro. Os Festejos de Nossa Senhora de Lourdes estarão repletos de grandes atrações, e você é nosso convidado especial! Esperamos por você! O Centro de Lazer irá tremer.”

Detalhes do Contrato

O contrato detalha que o show terá uma duração de uma hora e meia, com um cachê de R$ 1,1 milhão. Além disso, R$ 200 mil serão destinados para o transporte do artista e sua equipe, totalizando o valor milionário. O pagamento foi dividido em cinco parcelas.

O contrato também inclui a hospedagem de Gusttavo Lima, exigindo um hotel de alto padrão. As informações são de O Globo,.

O que diz o prefeito

Em conversa com a Folha de São Paulo, o prefeito Enilson afirmou que não se trata de um gasto e sim um investimento que representará retorno ao município. “A festa traz gente de 20 cidades vizinhas, atrai de 30 a 40 mil pessoas. Tudo isso gera riqueza para o município, movimenta restaurantes e atrai ambulantes”, afirmou.

O prefeito disse ainda que “sua gestão tem responsabilidade fiscal:  “Somos um município com as contas em dia”. Ele complementou afirmando que o decreto de emergência segue em vigor, mas os índices pluviométricos melhoraram neste começo de ano e que está estudando a possibilidade de cancelar o alerta de emergência: “Estamos avaliando para tomarmos a melhor decisão”.

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×