Neymar recebe multa de R$ 16 milhões por obra em lago sem licença

Por - 03/07/23 às 18:33

retrato de neymar de perfil jogando futebolFoto: Reprodução/Instagram @neymarjr

Neymar está passando por diversos momentos polêmicos de sua vida, e além da traição à Bruna Biancardi, o atleta foi visto curtindo o lago artificial de sua mansão em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, cuja obra do local foi interrompida pela Secretaria do Meio Ambiente e pela Polícia Civil com as acusações de crime ambiental.

A reforma do lago artificial de 1000 metros quadrados promoveu desmatamento e desvio do curso de um rio sem autorização, de acordo com a Secretaria. No entanto, parece que a interdição das autoridades não impediu menino Ney de curtir o local. Um amigo do jogador compartilhou no Instagram Stories uma foto em que o craque aparece curtindo o lago.

Diante disso, Neymar acabou sendo multado em mais de R$ 16 milhões (R$16.010.000) pela procuradora-geral do município, Juraciara Souza Mendes da Silva, que recebeu o relatório de vistoria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com 46 páginas, explicando os crimes ambientais causados. As informações são do portal G1.

Em nota, a Secretaria de Comunicação de Mangaratiba disse: “A Secretaria de Meio Ambiente, além de aplicar as multas, considerando os danos ambientais causados, bem como, o desrespeito às leis ambientais vigentes, comunicou os fatos constatados ao Ministério Público, Polícia Civil, Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e demais órgãos de controle ambiental”.

DETALHES DO RELATÓRIO

O relatório de vistoria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente apurou que:

  • houve instalação de atividades sem o devido instrumento de controle ambiental (art. 66 do Decreto Federal 6.514/2008) – Multa de R$ 10 milhões;
  • houve movimentação de terra sem a devida autorização “art. 254 da Lei Municipal nº 1.209/2019) Multa – R$ 5 milhões;
  • houve supressão de vegetação terra sem autorização (art. 189 da Lei Municipal nº 1.209/2019, com as alterações promovidas pela Lei Municipal nº 1.209/2019) – Multa de R$ 10 mil;
  • houve descumprimento deliberado de embargo (por ter entrado no lago depois de interditado/ art. 79 do Decreto Federal 6.514/2008) – Multa R$ 1 milhão.

Vale ressaltar que o documento da vistoria, feita em 22 de junho por meio de denúncia anônima, foi assinado por:

  • dois biólogos;
  • um engenheiro florestal;
  • uma engenheira florestal sanitarista;
  • uma engenheira química;
  • uma oceanógrafa.

Segundo a assessoria de imprensa de Mangaratiba, a decisão da procuradora-geral do município já tem caráter decisivo, e dá 20 dias para o jogador fazer um recurso administrativo sobre a multas. Após esse prazo, e caso seu recurso não seja acolhido, Neymar passa a dever ao município de Mangaratiba.

Lembrando ainda a possibilidade de recorrer à Justiça comum, como fez o pai do jogador do PSG na semana passada, Neymar Santos, para desinterditar o lago através de uma liminar, sob a alegação de que a propriedade foi alvo de um auto de medida administrativa.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags:

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×