Sean ‘Diddy’ Combs reaparece após busca da polícia em suas mansões

Por - 27/03/24

Sean 'Diddy' Combs reaparece após busca da polícia em suas mansões

Sean “Diddy” Combs não vai se esconder, após os agentes federais invadirem suas mansões de Los Angeles e Miami, em busca de provas relacionadas às acusações de abuso, agressão sexual e tráfico sexual.

Diddy era investigado em Nova York

O cantor e produtor de 54 anos foi visto em Miami, enquanto as autoridades vasculhavam seus imóveis, e assegurou a pessoas próximas que não vai cair sem lutar.

O tempo todo o artista cooperou com as autoridades, de acordo com seus advogados.

Operação Policial nas mansões do rapper Diddy acusado de estupro - Foto: Grosby Group
Operação Policial nas mansões do rapper Diddy em Los Angeles e Miami – Foto: Grosby Group

Aaron Dyer, um de seus representantes legais, divulgou um comunicado à coluna “Page Six”, do jornal “The New York Post”, chamando o que aconteceu de “caça às bruxas”.

“Ontem, houve um uso excessivo da força militar quando mandados de busca foram executados nas residências do Sr. Combs. Não há desculpa para a excessiva demonstração de força e hostilidade demonstrada pelas autoridades ou a forma como os seus filhos e funcionários foram tratados”, disse Dyer.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

“Sr. Combs nunca foi detido, mas conversou e cooperou com as autoridades. Apesar das especulações da mídia, nem o Sr. Combs nem qualquer membro de sua família foram presos, nem sua capacidade de viajar foi restringida de alguma forma”, assegurou.

Operação Policial nas mansões do rapper Diddy acusado de estupro - Foto: Grosby Group
Operação Policial nas mansões do rapper Diddy em Los Angeles e Miami – Foto: Grosby Group

Fontes disseram Diddy e sua equipe não previram isso, pois ele estava se preparando para passar férias nas Bahamas com seus filhos nas férias de primavera.

“A mídia sabia antes dele, pois já havia helicópteros lá”, disse uma fonte.

“Esta emboscada sem precedentes – combinada com uma presença avançada e coordenada da mídia – leva a uma pressa prematura no julgamento do Sr. Combs e nada mais é do que uma caça às bruxas baseada em acusações infundadas feitas em processos civis”, afirmou Dyer.

Sting ganha R$ 25 mil por dia de P. Diddy. Entenda o motivo!

Sem contar que, de acordo com uma fonte da publicação, “houve danos significativos em ambas propriedades de Combs”, além do trauma que ficou nos filhos do cantor.

Um informante contou que foi tudo tão excessivo que agentes tinham “lasers apontados para as cabeças, rostos e corações de seus filhos enquanto eles eram algemados e escoltados para fora”.

“Foi uma cena de terror”, lamenta a fonte.

A investigação surge na sequência de vários processos movidos por homens e mulheres que acusam Combs de agressão sexual e violação, entre outras acusações, que ele negou.

Operação Policial nas mansões do rapper Diddy acusado de estupro - Foto: Grosby Group
Operação Policial nas mansões do rapper Diddy acusado de estupro – Foto: Grosby Group

Investigação Policial

A casa caiu para Sean ‘Diddy’ Combs por conta das acusações de tráfico sexual. Segundo o site TMZ, agentes federais invadiram suas casas de Los Angeles e Miami para investigar sua suposta conexão com vários processos de agressão e abuso sexual em andamento.

P. Diddy chega a acordo milionário em caso de estupro e tráfico sexual

Agentes foram vistos chegando às propriedades do rapper com armas em punho no luxuoso bairro de Holmby Hills, em Los Angeles, e em Miami. O canal Fox 11 exibiu as imagens da invasão.

Em outro vídeo, capturado pelo TMZ, agentes federais podem ser vistos invadindo a propriedade de Diddy na Califórnia enquanto vários helicópteros pairavam em cima do lugar.

Filhos Envolvidos?

De acordo com o veículo, várias pessoas foram interrogadas do lado de fora da mansão de Diddy, algemadas, com dois homens parecendo ser os filhos de Diddy, Justin e King Combs. Seus nomes ainda não foram revelados oficialmente, juntamente com o paradeiro atual de Diddy.

Nova acusação de estupro de uma menor complica a vida de P. Diddy

Através do TMZ, um representante da Homeland Security Investigations revelou: “Hoje cedo, a Homeland Security Investigations (HSI) de Nova York executou ações de aplicação da lei como parte de uma investigação em andamento, com a assistência da HSI Los Angeles, HSI Miami e nossos parceiros locais de aplicação da lei.”

“Forneceremos mais informações assim que estiverem disponíveis”, afirmou o agente.

De acordo com a publicação, a operação ocorre em meio a vários processos movidos recentemente contra o cantor, incluindo alegações de agressão e tráfico de pessoas, todas negadas por ele.

Acusações

Em fevereiro, Combs foi processado pelo ex-funcionário Rodney “Lil Rod” Jones. Ele acusou o rapper de agressão sexual enquanto trabalhava em seu álbum de 2023, “The Love Album: Off the Grid”.

Mais uma mulher acusa P. Diddy de estupro

O produtor e cinegrafista alegou que o suposto abuso sexual ocorreu repetidamente de setembro de 2022 a novembro de 2023, de acordo com o TMZ.

Jones também alegou que foi forçado a praticar atos inapropriados com profissionais do sexo a pedido de Combs, alegando que certa vez acordou drogado e na cama com seu chefe.

O advogado de Combs, Shawn Holley, disse anteriormente ao jornal “The New York Post” que “Lil Rod nada mais é do que um mentiroso que busca descaradamente ganhar o processo de US$ 30 milhões”.

Em novembro de 2023, a ex-namorada do cantor, Casandra ‘Cassie’ Ventura foi a primeira a acusar Diddy de estupro e abuso. Seu caso foi rapidamente resolvido em novembro de 2023, com o pagamento de uma indenização.

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.