Relacionamento abusivo deixa sequelas em FKA Twigs

Por - 16/03/24 às 15:00

FKA TwigsFKA Twigs / Reprodução / Instagram/*@fkatwigs

Em uma nova entrevista de capa para a Vogue britânica, FKA Twigs falou sobre sua separação de Shia LaBeouf. A cantora e compositora refletiu sobre sua luta contra o trauma e o trastorno por estresse pós-traumático [TEPT] após seu relacionamento de um ano com o ator.

Nasce primeiro filho de Shia LaBeouf e Mia Goth

Em 2021, dois anos depois de terminar o namoro com Shia, Twigs revelou que havia entrado com uma ação judicial contra ele, acusando-o de agressão, agressão sexual, violência e inflição de sofrimento emocional, citando “abuso implacável”.

Após as acusações dela, o ator de “Transformers” admitiu que estava envergonhado de seu comportamento, mas negou muitas das acusações.

Agora a artista de 36 anos, também ex de Robert Pattinson, falou abertamente sobre o abuso que sofreu.

“Acho que ingenuamente pensei que seria como qualquer outro rompimento, que ficaria triste por seis meses a um ano, e então um dia acordaria e tudo ficaria bem”, disse Twigs.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

“Mas o fato de ter sido abusada muda todo o seu sistema nervoso”, justifica.

Ela acrescentou: “Como minha janela de tolerância agora é muito menor do que costumava ser, meu corpo manifesta estresse de maneiras bastante extremas – ele realmente me mostra quando está chateado”, argumenta.

Twigs, cujo nome verdadeiro é Tahliah Barnett, explicou que tentou vários métodos para ajudá-la a lidar com o trauma e o TEPT.

“Tive que ser muito compassiva comigo mesma e realmente me ouvir para melhorar”, ela compartilhou.

“Agora quero me desafiar a saber mais sobre as coisas simples, mais puras e importantes: amor, natureza, comida, um estilo de vida não tóxico, meu corpo.”

Caso Shia LaBeouf: Dakota Johnson reclama da cultura do cancelamento

Processo e Julgamento

O julgamento do processo de FKA twigs contra Shia LeBeouf – que foi aberto no final de 2020 – só acontecerá em outubro de 2024, depois de ser adiado várias vezes.

O documento observa que “certas questões de descoberta ainda precisam ser resolvidas” e afirma que os depoimentos de ambos os lados foram adiados repetidamente devido a problemas de agendamento.

Em 2020 a cantora contou ao jornal “The New York Times”:

Shia LaBeouf volta ao trabalho após acusações

“O que passei com Shia foi a pior coisa que já passei em toda a minha vida… Não acho que as pessoas pensariam que isso aconteceria comigo. Mas acho que é isso. Isso pode acontecer com qualquer um.”

Já o ator respondeu: “Não estou em posição de contar a ninguém como meu comportamento os fez sentir. Não tenho desculpas para o meu alcoolismo ou agressividade, apenas racionalizações.”

“Tenho sido abusivo comigo mesmo e com todos ao meu redor há anos. Tenho um histórico de magoar as pessoas mais próximas de mim. Tenho vergonha dessa história e sinto muito por aqueles que magoei. Não há mais nada que eu possa realmente dizer.”

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×