Prêmio Multishow: IZA é eleita a Artista do Ano, ganha selinho e desabafa no discurso. Veja lista completa de vencedores!

Por - 08/11/23 às 08:26

Iza de vestido verde estilo burca, segurando troféu, falando ao microfoneIza foi escolhida como artista do ano - Foto: Daniel Pinheiro/ BrazilNews

IZA botou “fé nas malucas” e levou a melhor. Na noite de terça-feira, 07 de novembro, a cantora carioca de 34 anos foi consagrada como Artista do Ano, na 3-ª edição do Prêmio Multishow, realizada na Arena, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.  

Para anunciar e entregar o principal prêmio da noite, simplesmente Milton Nascimento! O “Bituca”, que optou por deixar os palcos e não mais fará shows, foi conduzido por Gloria Groove e, claro, aplaudido de pé.

https://twitter.com/flertefatale/status/1722098411757818105

Em seu discurso, IZA deu uma alfinetada elegante em seu ex-marido. Ela já havia revelado que ele a “podava” suas decisões profissionais e queria que ela seguisse um caminho que não era o desejo da artista.

“Façam o trabalho de vocês, a música de vocês. Cantem as brisas que vocês quiserem, as pessoas certas vão entender”, disse a melhor artista do ano.

IZA levou mais dois prêmios pra casa

A Artista do Ano conquistou também a categoria Capa, com o álbum “Afrohits”; e Música Pop com “Fé nas Maluca”, parceria com MC Carol de Niterói. Vale ressaltar que as categorias foram votadas por um júri especializado.

A Imperatriz, como IZA é chamada, se apresentou com o seus bailarinos – curiosamente, Carol, que estava presente, não dividiu os vocais com ela. Em outro momento, IZA cantou com Lulu Santos, seu “colega” no “The Voice Brasil”. Os dois deram um selinho, para delírio geral.

Quem mais ganhou?

Ludmilla, além de dividir a apresentação do evento com Tatá Werneck e Tadeu Schmidt, também foi o destaque. A artista, alvo de críticas em sua apresentação no GP de Interlagos, surpreendeu ao cantar o Hino Nacional à capela, aplaudida de pé. Emocionante! Ela ainda celebrou a conquista duas vitórias, nas categorias Voz do Ano e Show.

Xande de Pilares também teve duas vitórias, pelo Álbum do Ano, “Xande canta Caetano”, e na categoria de Pagode com “Muito Romântico”.

Além da entrega dos troféus, a cerimônia foi marcada por muitos números musicais e pela descontração da sempre hilária Tatá Werneck.

Confira a lista completa de vencedores:

Artista do Ano: IZA
Hit do Ano: Erro Gostoso (Ao Vivo) / Simone Mendes
Álbum do Ano: Xande Canta Caetano / Xande de Pilares
Pop do Ano: Fé nas Maluca / IZA e MC Carol
Categoria Brasil: Iza Buzzi – Direitos Autorais (Sul)
Cristã do Ano: Deus Cuida de Mim / Kleber Lucas e Caetano Veloso
Revelação Latam Airlines: Melly
Sertanejo do Ano: Erro Gostoso (Ao Vivo) / Simone Mendes
Voz do Ano: Ludmilla
MPB do Ano: No Tempo da Intolerância (Elza Soares)
Show do Ano: Numanice 2023 – Ludmilla
Hip Hop do Ano: Penumbra (Djonga feat. Sarah Guedes e Rapaz do Dread)
Funk do Ano: TÁ OK / DENNIS e Kevin O Chris
Clipe TVZ do Ano: ‘Pilantra’, de Jão e Anitta
Samba e Pagode do Ano: Muito Romântico (Xande de Pilares)
Axé e Pagodão do Ano: Zona de Perigo / Léo Santana
Forró e Piseiro do Ano: Pequena Flor (João Gomes)
Brega e Arrocha do Ano: Sinal (Nadson O Ferinha e João Gomes)
Capa do Ano: Afrodhit (IZA) – Direção Criativa: IZA, Felipe Sassi, Nídia Aranha e Caio
Produção Musical do Ano: Pretinho da Serrinha
Rock do Ano: DISTOPIA (Planet Hemp e Criolo)
Instrumentista do Ano: Pretinho da Serrinha
DJ do Ano: Alok

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×