Maíra Cardi defende Arthur Aguiar: ‘Todos nós erramos’

Por - 22/03/22 às 12:05

Arthur Aguiar com a esposa Maíra Cardi e a filha SophiaReprodução/Instagram/@mairacardi

Recentemente, o público resgatou um vídeo em que Maíra Cardi aparece expondo todas as traições de Arthur Aguiar. Não demorou muito para que os internautas pedissem a saída do ator do “BBB22“, da Rede Globo.

Leia+: BBB22: Gustavo analisa saída de Laís e diz que vota em qualquer pessoa

Em sua conta no Instagram, a life coach compartilhou um vídeo e saiu em defesa do marido, com quem tem Sophia, de três anos.

“Talvez vocês ainda não estejam preparadas para esse assunto, mas se vocês querem falar de machismo e de passado a hora é essa. Há 13 anos, quando não tinha lei para nada e eu era uma menina saindo do BBB sem ter a menor ideia da proporção que era aquilo ali, tudo começou. Naquela época não existia Instagram, naquela época era Orkut. E se tinha uma notícia a seu respeito, ela ficava 30 dias estampada na capa de uma revista ou de todos os jornais. A internet não era tão rápida, então a notícia estampada perdurava. E o machismo? Vocês riam e quando eu digo vocês, eu digo eu também. Porque sim, todos nós ríamos da desgraça alheia. Vocês lembram do programa Pânico? Um programa que judiava das pessoas, era um programa que tinha bullyings fortíssimos, que a gente ria. A gente achava graça da desgraça alheia. Há pouco tempo, machismo? Que isso? Era normal, era fichinha. Hoje tem muita lei para tudo, tem boca para tudo e que bom que a gente bate, mas todos nós sem exceção erramos há muito pouco tempo”, começou ela.

Leia+: BBB22: Internautas pedem ‘Fora Arthur’ nas redes sociais

ABUSO

Em seguida, Maíra afirmou que foi criada para normalizar comportamentos abusivos e que resolveu expor tudo pela filha.

Leia+: BBB22: Rolou sexo? Sisters flagram ‘movimentação’ de Eli e Natália

“Vocês lembram que eu vim aqui para falar do meu relacionamento com o Arthur, eu dei detalhes, eu dei pormenores, eu me expus. Eu era mais exposta do que qualquer reality, qualquer novela. Durante 30 dias da pandemia, só falava da minha vida e da vida do Arhtur. Não porque vocês descobriram e nem porque foram cavar algo político, mas porque eu trouxe à tona algo que eu estava cansada, algo que eu estava cansada de viver não só na minha vida porque minha mãe sofreu com meu pai excesso de machismo, sofreu com traições e tudo mais. A minha avó também sofreu com meu avô, possivelmente a sua mãe também sofreu com seu pai. Possivelmente, a sua avó também sofreu com seu avô. Possivelmente, enquanto a sua mãe dava de mamar, o seu pai roncava. Possivelmente, a sua mãe ou a sua avó foram traídas. Esse era nosso mundo, eu também fui criada assim. Só que tem um dia que a gente cansa de apanhar, que a gente resolve falar. Foi o que eu resolvi fazer, talvez não só por mim, talvez não só pelo Arthur. Talvez pela Sophia, que eu tinha esperança de fazer diferente. Porque sim, é de nossa responsabilidade também e graças a Deus de nossa oportunidade fazer diferente para a próxima geração”.

Maíra também relembrou um abuso que sofreu, quando seu marido na época a filmou em um momento íntimo sem o consentimento dela.

“Quando eu vim trazer à tona o que é um relacionamento abusivo porque muita gente achava que relacionamento abusivo era aquela mulher que apanhava na cara. É também, mas não é só. Existem tantas maneiras de relacionamento abusivo que eu vivi, que minha mãe viveu, que minha avó viveu e talvez você, sua mãe, sua avó. E voltando para 13 anos atrás e misturando tudo isso para vocês entenderem por que eu resolvi falar e não me calar. Há 13 anos, quando eu saí do BBB, uma menina tonta, eu sofri um grande abuso e um grande crime. Uma vez eu estava na cama com meu marido, em um momento íntimo, sexo oral. Eu aparecia daqui para cima e ele filmou e durante o vídeo de 30 segundos eu pergunto: ‘Você não está me filmando, né?’. E ele fala: ‘Não’. E o vídeo acaba, esse vídeo foi parar em todas as capas de todos os jornais. E naquela época você ficava muito tempo na capa do jornal. A notícia não virava o peixe de amanhã. O que aconteceu comigo? Você não lembra? Eu andava pela rua e na época eu graças a Deus arrumei um namorado muito macho e foi muito homem que teve uma postura muito bacana e deu conta de estar comigo. Porque eu andava na rua e as pessoas falavam ‘prostituta’, ‘vaga****’. Por que? Porque eu estive na cama com meu marido e ele resolveu soltar um vídeo. E aí eu, vítima, fiquei de vagab*** prostituta. Você acha que é só? Não é. Eu sofria machismo diário, não só da rua. Mas a classe artística, porque ser ex-BBB naquela época também era um rótulo de mulher inútil e burra. E a gente tinha que lutar contra esse rótulo. Não era só glamour. Na minha época, ser ex-BBB era ruim. Por isso eu passei tantos anos correndo desse rótulo. Meu filho, com oito anos, ficava sem comer, não podia ir para a escola, obviamente ele sofria bullying. E eu queria morrer, a minha vida deixou de fazer sentido. É muito difícil você sair no meio da rua e ser chamada de p*** porque você transou com seu marido. E todo mundo te fazer acreditar que você é p***”.

Para concluir, a famosa ressaltou que acredita na transformação de Arthur e continuará acreditando sempre que ele mudou de verdade.

“Quando eu decidi expor uma pequena parte da minha vida para vocês é porque eu estava cansada. Eu estava cansada de viver um relacionamento abusivo com a sociedade, eu estava cansada de apanhar de pessoas que me diziam que eram meus fãs. Eu estava cansada de um sistema. Essa é a nossa sociedade. Eu já fui muito preconceituosa, eu já xinguei muito, eu já fiz muita mer** e eu já sofri muita mer** também. Somos seres humanos e quando eu venho aqui e exponho as minhas fraquezas e as minhas dores, eu tenho um único intuito: Fazer diferente, ser melhor amanhã, me transformar. Acreditar na transformação do ser humano. Eu já falei para vocês que eu não acreditava em Deus e eu agradeço todos os dias por tudo que aconteceu na minha vida porque eu precisava passar por cada uma dessas coisas para ser quem eu sou. Eu escolho vim aqui todos os dias e dizer que eu acredito no ser humano. Eu seria uma farsa se eu não acreditasse na transformação do meu marido. Na primeira semana, quando ele entrou no BBB, todo mundo estava esperando que eu fosse traída o mais rápido possível. Eu não vou desistir da minha família, eu tenho orgulho da minha história. Eu tenho orgulho de quem meu marido foi e de quem ele é hoje porque é muito bonito ver o quanto ele se transformou”, finalizou.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Tags: ,


×