Após ser atropleado, Kayky Brito deixa cicatriz à mostra

Por - 26/10/23

Kayky Brito mostra cicatriz do acidente

O ator Kayky Brito reapareceu nas redes sociais nesta quinta-feira, 26 de outubro, quase dois meses depois de ser atropelado no Rio de Janeiro. De cabeça raspada, foi possível notar uma cicatriz na parte de trás da cabeça do artista.

Ele aproveitou para fazer uma reflexão aos seguidores: “A vocês, que eu não falo todo dia, mas quase sempre, eu só agradeço. Porque sonhar é fazer e a gente pode fazer. Só cabe a gente, só basta a gente”, começou.

Em seguida, o ator disse que mantém a fé e mandou um recado: “Um beijo a cada um de vocês! Tenha fé sempre, acredite, tá? Um beijo no coração. Até a próxima”. 

Vale lembrar que o ator havia aparecido nas redes sociais somente uma vez desde o acidente, quando publicou um vídeo em agradecimento aos fãs, à família e ao motorista Diones Coelho da Silva, que o socorreu logo após o atropelamento. 

Bruno de Luca

O apresentador Bruno de Luca vai responder por omissão de socorro, após supostamente não ter ajudado Kayky no dia do acidente na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no dia 2 de setembro. A Justiça acatou pedido do MP.

Vale dizer que, horas antes, a equipe de Rodrigo Brocchi, responsável por defender de Luca disse ao Estadão que o ator não poderia ser acusado do fato. O inquérito da Polícia Civil que investigou o atropelamento não havia indiciado o ator, que aparece em imagens de câmeras de segurança indo embora sem socorrer Kayky.

“Em momento algum Bruno De Luca pode ser acusado de omissão de socorro, já que várias pessoas já estavam prestando o auxílio necessário, inclusive chamando os bombeiros. Bruno prestou todos os esclarecimentos, não por outra razão concluiu-se pela inexistência de qualquer ato impróprio”, disse a defesa do ator por e-mail.

Kayky Brito e Bruno de Luca estavam juntos no momento do atropelamento do ator. Bruno, no entanto, apareceu nas imagens de câmeras de segurança desesperado, com as mãos na cabeça e sem prestar socorro ao amigo. Em depoimento à polícia, ele disse que não sabia que a pessoa do acidente era o melhor amigo.