Kanye West causa polêmica por apoiar músico neonazista

Por - 20/01/24 às 18:00

Kanye West e JPEGMAFIAKanye West e JPEGMAFIA / Reprodução / Instagram /@jpegmafia

Kanye West volta a causar controvérsia ao aparecer usando uma camisa com o rosto de um autoproclamado neonazista e antissemita, o músico noruguês Varg Vikernes, 50, que é muito conhecido na cena metal. Ye foi fotografado com o rapper JPEGMAFIA, exibindo seus novos “dentes” de titânio e usando a camiseta da banda norueguesa de black metal BURZUM com uma foto de seu vocalista Vikernes estampada logo abaixo.

Muitos fãs de West estão se questionando por que ele estaria vestindo uma camisa com um conhecido neonazista nela? Kanye já esteve envolvido em suas próprias polêmicas ao longo do ano passado e chegou a pedir desculpas para o povo judeu.

Alguns seguidores de Ye levantaram a hipótese de que ele não saiba sobre os laços neonazistas de Varg, porém é uma grande coincidência, considerando o momento de tudo, porque há também uma conexão com a capa do novo álbum “Vultures” de West, que é muito parecida com a capa de um álbum do Burzum.

Varg Vikernes é contra a religião, especialmente o cristianismo. Ele acredita que a religião é uma forma de controle e opressão, e que tem sido responsável por muito sofrimento ao longo da história. Ele é um dos principais defensores do paganismo nórdico na Noruega, e seu trabalho ajudou a popularizar essa religião entre os jovens noruegueses.

Em 1992, Vikernes foi condenado a 21 anos de prisão por assassinato e incêndio criminoso. Ele cumpriu 16 anos de prisão e foi libertado em 2009. Desde então, ele continuou a expressar sua oposição à religião, tanto em suas músicas quanto em seus escritos:

“A religião é a causa de todo o mal no mundo”, “O cristianismo é uma religião do ódio”, são algumas de suas frases polêmicas.

No final do ano passado, Kanye pediu desculpas ao povo judeu por tudo que andou dizendo nos últimos tempos: “Peço sinceras desculpas à comunidade judaica… Não foi minha intenção magoar ou rebaixar, e lamento profundamente qualquer dor que eu possa ter causado. Estou empenhado em começar por mim mesmo e aprender com esta experiência para garantir maior sensibilidade e compreensão no futuro. Seu perdão é importante para mim e estou empenhado em fazer as pazes e promover a unidade”.

Nos comentários da publicação, West recebeu algumas críticas por usar o “Google Tradutor” na hora de escrever a mensagem ou até por não “saber o significado de nenhuma das palavras que escreveu”.

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×