Após alta, Faustão revela os próximos passos para total recuperação: ‘Início da segunda fase’

Por - 11/09/23 às 08:30

Faustão grava vídeo de agradecimento após alta hospitalar, com casaco azulFoto: Reprodução Instagram

Como já noticiado, Faustão teve alta no domingo, 10 de setembro, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, após passar por um transplante bem sucedido de coração.

Fausto Silva, carinhosamente conhecido como Faustão, compartilhou com seus fãs e seguidores um emocionante agradecimento e sua determinação em uma nova fase de vida. Em casa e com um novo coração, ele destacou a importância das orações e mensagens de apoio que recebeu durante sua jornada de saúde.

“Alô, galera. Já saí do hospital, estou em casa, agora iniciando uma nova fase. Mas antes, de novo, agradecimento eterno a cada um de vocês que rezaram, fizeram mensagens de solidariedade, de apoio. Tudo isso me ajudou muito nessa luta pela vida. Agradecer a família do doador, que eu não tenho palavras, mas vou rezar por eles pelo resto da minha vida”, iniciou.

Fausto reafirmou seu compromisso em conscientizar as pessoas sobre a importância das doações de órgãos no Brasil. Ele ressaltou que sua missão agora é trabalhar incansavelmente para transformar o país em líder no campo das doações, além de garantir que haja centros de transplantes em todas as regiões, para que pessoas do Norte e Nordeste não precisem se deslocar para o Sudeste em busca de tratamento.

“A missão agora é conscientizar cada um a colaborar para transformar o Brasil no campeão de doações. E que as autoridades espalhem centros pelo país, para que pessoas do Norte e Nordeste não tenham que vir para o Sudeste.”

Com um novo coração batendo no peito, Faustão contou que ainda enfrentará um caminho de recuperação, que inclui sessões de fisioterapia. Ele enfatizou a importância de eliminar preconceitos e disseminar informações corretas sobre doações de órgãos no país, destacando o grave problema de educação.

“A missão continua para cada vez mais tirar os preconceitos, as informações erradas. Sabemos que o problema de educação é grave no país. Para que todo mundo tenha consciência. Agora estou encerrando, porque tenho uma segunda fase: são mais dois ou três meses de fisioterapia para a recuperação. E vamos à luta.”

Tags: ,


×