Mãe apoia Fabiana Justus após diagnóstico de leucemia: ‘Vai vencer’

Por - 27/01/24 às 16:20

fabiana justus posando abraçada com a mãeFoto: Reprodução/Instagram @sachachryzman

Filha do empresário Roberto Justus, a influenciadora digital Fabiana Justus, de 37 anos, revelou na noite da última quinta-feira, 25 de janeiro, que foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda (LMA). Ela está hospitalizada, realizando a primeira fase do tratamento para combater a doença, tipo de leucemia mais comum em adultos, raramente ocorrendo em crianças.

Com isso, ela vem recebendo apoio da família, e sua mãe, Sacha Chryzman usou seu perfil oficial no Instagram para homenagear a filha neste sábado, 27 de janeiro: “Fabi, você é força, você é luz, garra e determinação, você é vida e amor! Mulher admirável de muita personalidade, desde pequena sabe o que quer, e o que não quer!”.

“Lembro que aos 5 anos, quando eu dava umas broncas em você pela bagunça ou teimosia, você com cara de brava, colocava as mãos na cintura e falava pra eu te pedir desculpas! Kkk Mulher de opinião, de justiça, totalmente fiel às pessoas ao seu redor!”, descreveu ela.

“Psicóloga autodidata ouve e dá bons conselhos pra família e amigos! Filha que nunca me deu trabalho, mas que já deu alguns sustos, como a meningite viral por ex, mas que foi tratada e se curou de todos eles! Esse susto filha é apenas mais um desafio que você irá vencer, se tratar e curar totalmente e pra sempre, tenho certeza absoluta disso!”, declarou.

“Pois tudo que você quer na vida, você consegue com a sua força de vontade e determinação, além da imensa proteção de Deus! Te amo e admiro infinita e incondicionalmente! E estou e estarei ao seu lado toda a minha vida, aplaudindo as suas vitórias!”, concluiu Sacha Chryzman.

O que é Leucemia Mieloide Aguda

Conhecida pela sigla LMA, a doença é o tipo mais comum de leucemia em adultos e raramente acomete crianças. Ela tem um ritmo de desenvolvimento considerado muito rápido, segundo o Inca. Nela, a medula óssea produz muitas células sanguíneas anormais que se acumulam pelo corpo.

O diagnóstico é realizado através de um exame de sangue, especificamente o hemograma. Em caso de testes positivos, majoritariamente, há uma observação do aumento do número de leucócitos (na minoria das vezes o número estará diminuído), associado ou não à diminuição das hemácias e plaquetas.

Existem outras análises laboratoriais que também devem ser realizadas para fechar o quadro, como exames de bioquímica e da coagulação, e poderão estar alteradas. A confirmação diagnóstica é feita com o exame da medula óssea, conhecido como mielograma, conforme o Inca.

Nele, o profissional da saúde retira uma pequena quantidade de sangue, proveniente do material esponjoso de dentro do osso. Em alguns casos pode ser necessário a realização da biópsia da medula óssea. Nesse cenário, um pequeno pedaço do osso da bacia do paciente é retirado e enviado para análise.

A descoberta precoce desse tipo de câncer aumenta as chances de cura. Existem alguns tipos de comportamentos de risco e condições que aumentam as chances de desenvolvimento da doença, conforme o instituto.

Tags:

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×