Zé Neto desabafa sobre o grave acidente e revela medo da morte

Por - 11/12/23 às 06:45

Zé Neto sentado, de camisa preta regata, com braço imobilizadoZé Neto pensou na morte - Foto: Reprodução/ TV Globo

Zé Neto, da dupla com Cristiano, abriu o coração e falou pela primeira vez sobre o acidente que sofreu no último dia 05 de Dezembro, na BR-153, em Fronteira (MG).

Ainda sentindo dores e falando com um pouco de dificuldade, o cantor sertanejo destacou que lembra de cada segundo do acidente.

“Eu tentava abrir a porta e não conseguia. Aquela fumaça foi entrando, aquele cheiro. Falei, meu carro vai pegar fogo e eu vou morrer queimado aqui dentro”, relembrou, em entrevista ao “Fantástico”.

Natália Toscano, esposa do artista, vinha pela mesma estrada, em outro carro, com o casal de filhos, Angelina, de 3 anos, e José Filho, de 6: “Eu não cheguei a ver a colisão em si porque já era uma descida. Só a bagunça ali mesmo, mas na hora já me deu, é meu marido”, disse a influenciadora digital.

O que aconteceu com Zé Neto

O carro dirigido por Zé Neto capotou após bater numa carreta. Dos cinco envolvidos no acidente, o músico foi o primeiro a chegar na unidade mista de saúde da cidade de Fronteira (MG).

Ele não fez exame toxicológico porque segundo os médicos e a polícia não havia nenhum sinal de que o cantor teria ingerido bebida alcoólica.

O artista sertanejo quebrou três costelas, uma delas em dois lugares diferentes, e levou pontos no braço esquerdo. Depois de transferido para o Hospital de Base de São José do Rio Preto, os exames constataram uma contusão pulmonar, causada pela violência da batida.

Os outros veículos envolvidos eram um Ford Fox que carregava uma mulher e uma criança e um Hyundai Creta com um homem e uma mulher. A motorista do Fox ficou gravemente ferida e os demais envolvidos tiveram ferimentos leves.

As fotos do carro de Zé Neto destruído e a internação do cantor num hospital deixaram o parceiro Cristiano e milhões de fãs apreensivos.

“Minha esposa ligou para Natália, esposa do Zé. Ela estava dentro da ambulância bem apavorada. Falou ‘Paula, já te ligo. Eles estão estabilizando o Zé’. Cara, a hora que ouvi isso, na minha cabeça, estabilizando, foi um choque, fiquei bem apavorado”, contou Cristiano.

Por conta da força do impacto, se o cantor não estivesse usando cinto de segurança, estaria com lesões muito mais graves ou poderia ter sido até fatal.

Tags: ,

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×