Camarote Milênio: Dudu Nobre revela sua torcida para o Carnaval

Por - 10/02/24 às 13:37

No camarote Milênio, Dudu Nobre revela sua torcida para o Carnaval 2024Vídeo: Vitor Rocha

Atração do show do primeiro dia do Camarote Milênio, em São Paulo, Dudu Nobre conversou com OFuxico e falou dos carnavais de Rio de Janeiro e São Paulo, sobre a sua carreira no samba e ainda entregou o jogo sobre o sufoco de ter sua filha, Lili Nobre, integrando o elenco de A Fazenda 15.

Sobre Rio e Sampa no Carnaval

“Eu posso falar dos dois porque eu participo dos dois. Hoje que eu vejo que o Carnaval do Rio e o de São Paulo se complementam. Tanto que o dia das especiais aqui [em São Paulo] é sexta, sábado, aí lá é domingo, segunda. Esses dois carnavais acabam fortalecendo todos os outros também. Muita gente trabalha no Rio, trabalha em São Paulo. Muita gente acaba vindo pra ver quando pinta uma nova tecnologia, uma nova forma de se fazer algum segmento das escolas. Por exemplo, a questão das alegorias, que o movimento é uma coisa que foi trazida de Paris para Rio, São Paulo.

Aplique de R$ 10 mil; cowgirl: Tudo sobre o desfile de Viviane Araújo na Mancha Verde

Outros carnavais

Esses carnavais têm impactado e outros carnavais pelo Brasil. Essa cultura da escola de samba está espalhada pelo Brasil inteiro, pelo mundo inteiro. Eu faço muito carnaval fora do Brasil. Faço todo ano carnaval de Cabo Verde, já fiz Itália, na Alemanha, Portugal.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

As escolas preferidas do Dudu

Aqui [em São Paulo] eu tenho um carinho muito grande pela Vila Maria, que é uma escola onde eu tive o prazer de ter sambas meus cantados na avenida. Também gosto muito da Estrela do 3º. Milênio. Estou torcendo muito para que as duas voltem [ para o grupo especial]. Já no Rio de Janeiro sou Mocidade Independente de Padre Miguel, mas tenho uma ligação muito forte com o Salgueiro. Este ano o samba do Salgueiro é da minha autoria. Então, quer dizer, o coração está cada vez mais colorido.  Torcendo pela volta da Vila Maria e torcendo pelo Salgueiro.

Carnaval 2024: Rosas de Ouro festeja os 70 anos do Parque do Ibirapuera

Respeito e paciência com os fãs

Para conseguir arrastar Dudu Nobre para a entrevista, OFuxico teve que driblar uma multidão de fãs querendo tirar fotos com ele. Por conta disso, foi inevitável perguntar como ele encara toda essa popularidade.

 “ Cara eu acho que é fruto de muito trabalho, de muita fidelidade ao samba. Eu sempre procuro atender as pessoas e estar sempre fazendo coisas novas também. Não tem muito segredo. A pessoa vai guardar para a vida inteira aquela foto que tirou comigo. A pessoa vai juntando seu dinheirinho pra poder comprar ingresso e curtir nosso show. É um prazer enorme ver isso.”

Carnaval: Juju Salimeni se destaca com look e barriga chapada

25 anos no samba

Dudu Nobre seguiu falando sobre sua trajetória no samba. Nas conversas com o sambista fica evidente sua maneira respeitosa e carinhosa de tratar os fãs:  “Eu tenho uma trajetória de 25 anos como artista. E trabalho com música desde os 10 anos de idade. É um prazer enorme poder ver isso e ver que aquele menininho lá quando lançou seu primeiro CD em 1999, magrinho… Aquele menininho conseguiu construir uma carreira que é muito respeitada pelas pessoas do samba e de fora do samba.

Carnaval 2024: Dragões da Real aposta em enredo afro e mira na primeira vitória

O nosso show é  um grande encontro de grandes amigos. Amigos que cresceram vendo a gente, com a esposa ouvindo minhas músicas e hoje chegam com os filhos pra tirar fotos. É muito bacana isso”, declarou.

O sofrimento de um ai de participante de reality

Durante nossa conversa com Dudu, foi impossível não lembrar da recente participação e Lili Nobre, filha do sambista, no reality Show A Fazenda 15. Se engana quem pensa que toda a experiencia conquistada por ele nos longos anos e carreira lhe deu uma estrutura diferenciada para ver a filha na telinha em tempo real, sem ficar nervoso.

Marcelo Adnet já ganhou samba na Dragões da Real

“Eu sempre preparei as meninas para isso, porque sendo filhas de quem são, uma hora ia acontecer. E quando surgiu [o reality], eu procurei dar melhor condição para que ela tivesse uma preparação legal. Ela teve uma grande preparação. Mas é duro porque é uma coisa muito louca. Na minha carreira se acontece alguma coisa, a gente prepara uma nota, pensa como é que vai falar e não sei o quê. No reality, acontece uma coisa de manhã e a tarde aquela coisa já estava velha. Lembro que um dia, falaram que eu fui lá na Record pedir pra tirar ela. Nunca aconteceu isso. É muita coisa que mexe com todo mundo e é muito louco.

Dudu iria para um reality?

“Cara, já me chamaram. Me chamaram duas vezes. Nas duas vezes eu não quis ir. É muito louco falar ‘eu nunca irei, porque eu não sei como é que vai ser o momento daqui a pouco”.

Ainda sobre a Lili participar de A Fazenda, ele comentou o drama familiar que esse tipo de participação causa na vida familiar. “Um dia uma irmã me ligava chorando por alguma coisa que alguém falou. Na outra semana eu tinha que consolar a irmã dela, Thalita. É um negócio meio doido, bicho”.

Filha não quer cantar samba, ela quer trap

Sobre Lili Nobre seguir seus passos no samba, Dudu é só alegria: “Ela já estava muito bem encaminhada do esporte, como atleta olímpica. Já tinha sido campeão mundial de jiu-jitsu. Vice-campeão brasileira, sul-americana em levantamento de peso, atleta da marinha. Quer dizer, com 18 anos, ela já estava encaminhada ir para a Olimpíada. Provavelmente estaria indo agora para a Olimpíada de Paris novamente. Seria a segunda Olimpíada dela. Mas aí, ela veio com essa ideia, falou, pai quero ser cantora. Eu falei.

‘te ajudo, te ajudo. E ela ‘eu quero cantar trap. Eu falei cara, se fosse samba seria mais fácil, mas te ajudo também. Por isso acabei tendo que colocar ela trabalhando com outras pessoas, né, para eu poder ficar daqui auxiliando e aconselhando”.

Milênio, uma experiência muito VIP

Quando o assunto é carnaval, todo mundo quer estar no lugar certo, na hora certa, não é mesmo? Imagine então um espaço que não só coloca você no coração da festa, mas também oferece um conforto e exclusividade sem igual.  Assim é Camarote Milênio, uma área VIP espetacular, situada na melhor localização do sambódromo, bem em frente ao recuo da bateria.

Sentir o Ritmo de Perto

Este ano OFuxico tem o privilégio de desfrutar de uma parceria com o Milênio e acompanhar os convidados assistindo aos desfiles e sentir cada batida e cada movimento como se fosse parte da escola de samba.

Num espaço exclusivo de 1300m² no coração do sambódromo, circulam 1000 foliões por noite, com áreas diferenciadas: 800 no piso térreo e 200 no mezanino. Não se trata apenas de ver o carnaval, mas de vivê-lo em uma atmosfera de luxo e exclusividade.

Tags: ,

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×