Kayky Brito: O que é politrauma corporal e traumatismo craniano

Por - 02/09/23 às 20:00

Selfie de Kayky Brito no elevadorFoto: Reprodução Instagram

O sábado, 02 de setembro, amanheceu com a notícia tensa do acidente que envolveu Kayky Brito. O ator foi atropelado por um carro de aplicativo e, em estado grave, foi internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro.

De acordo com a equipe médica, Kayky sofreu traumatismo craniano e politrauma corporal.

O que é politrauma e como é feito o atendimento do paciente?

O politrauma acontece quando o paciente possui duas ou mais lesões graves em duas ou mais áreas do corpo. A principal causa de politrauma está ligada a acidentes de trânsito com carros e motocicletas envolvendo condutores e pedestres.

Como características, o paciente pode ter duas ou mais lesões graves que levam a um risco iminente de morte, configurando uma emergência médica. O protocolo de atendimento segue os preceitos do ATLS ou Suporte Avançado de Vida no Trauma (em inglês, Advanced Trauma Life Support), um programa de treinamento para o manejo de casos de trauma físico agudo, que foi desenvolvido pelo Colégio Americano de Cirurgiões e é utilizado no ambiente hospitalar.

O atendimento pré-hospitalar usa uma versão do ATLS, denominado PHTLS, ou Suporte Avançado de Vida Pré-Hospitalar.

Ordem de avaliação

O Suporte Avançado de Vida no Trauma tem estabelecido um método por ordem de avaliação e prioridade que, de forma reduzida, destaca:

  • Manter vias aéreas sem obstruções, com imobilização da coluna cervical;
  • Garantir a ventilação adequada dos pulmões e fornecer oxigênio suplementar;
  • Estancar uma hemorragia ativa e garantir um acesso venoso para reposição volêmica;
  • Classificar o paciente, num breve exame neurológico, usando a escala de coma de Glasgow, que é usada para avaliar a gravidade da lesão cerebral em pacientes, incluindo os politraumatizados.
  • Retirar as roupas do paciente para avaliar lesões, porém mantendo o controle da temperatura corporal.

Os dados são do Luis Paulo de Oliveira Pereira, que é coordenador médico dos serviços de emergência do Hospital Leforte Liberdade e do Hospital Leforte Morumbi.

Traumatismo craniano

O termo traumatismo craniano se refere a qualquer dano causado a cabeça devido a um trauma. O termo mais correto, na verdade, é traumatismo cranioencefálico, porque inclui as partes moles (pele, subcutâneo, músculos), ossos cranianos e o conteúdo do crânio, incluindo o cérebro. Os traumas podem ser leves, (uma sutil pancada sem consequências, por exemplo) até traumas graves (com risco de vida).

Os traumatismos normalmente acontecem devido a acidentes, sejam eles de trânsito, domésticos ou de qualquer natureza. Também podem ser resultados de brigas e de qualquer situação de violência ou da prática de esportes, entre outros casos.

Casos delicados

Existem casos mais delicados, como sangramentos intracranianos que formam coágulos e que podem pressionar o cérebro. Ou lesões diretas no tecido nervoso, que precisam de tratamento especializado e podem ter consequências neurológicas graves, principalmente se houver atraso no atendimento médico.

As informações são da equipe neurocirurgiã do Hospital Israelita Albert Einstein.

O que se sabe, até o momento, sobre o acidente

Até o momento, as notícias sobre o ator que protagonizou diversas novelas, como “Chocolate com Pimenta”, onde foi Bernardo/Bernadete, são:

  • Ele se encontra no CTI do Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro
  • O acidente aconteceu enquanto ele caminhava e atravessava a rua: foi atingido por um carro de aplicativo
  • Antes de ser socorrido, ele apresentou um quadro de dificuldade respiratória
  • Seu estado segue grave
  • De acordo com informações do G1, o ator foi diagnosticado com Politrauma Corporal (quando há mais de duas lesões graves encontradas no corpo) e Traumatismo Craniano (o nome que se dá para lesões no cérebro causada por impactos)

Tags:


×