Pedro Sampaio sobre bissexualidade: ‘Mostrei que não é motivo de vergonha’

Por - 01/02/24 às 11:23

Pedro Sampaio fala sobre bissexualidadePedro Sampaio fala sobre bissexualidade - Instagram

Antes que a pandemia de covid-19 colocasse o mundo em pausa, Pedro Sampaio já estava causando furor. No Carnaval de 2020, que marcou o retorno do mundo à vida normal e foi o maior desde 2015, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC), foi o palco de seu estouro com o hit “Sentadão”. Com apenas 22 anos, o DJ carioca viu seu trabalho alcançar incríveis 49 milhões de reproduções nos serviços de streaming. Uma verdadeira virada de jogo para o jovem de Cachambi, um bairro da Zona Norte do Rio.

Brilhando em capa e recheio da QG deste mês, Sampaio relembra aquele período como um marco: “Ali furei a bolha”, comenta. O sucesso não parou por aí. Após o Carnaval, ele emplacou sequências de hits e lançou seu primeiro disco, “Chama Meu Nome”, em 2022. O álbum, que carrega seu nome como um mantra em todas as faixas, solidificou ainda mais sua presença na indústria musical.

Momento decisivo no Lollapalooza

Vale lembrar que no festival Lollapalooza de São Paulo, perante um mar de 100 mil pessoas, Pedro Sampaio fez algo mais impactante do que apenas cantar. Ele abriu seu coração sobre ser bissexual. Essa revelação veio após uma fase de ansiedade devido ao assédio público sobre seu namoro com o modelo Henrique Meinke. “As pessoas tomaram a narrativa da minha história para elas. Fiquei ansioso com as especulações, porque não era só sobre mim. Imagina, eu não tinha conversado nem com meu pai ainda”, conta o artista.

Entretanto, discutir sua sexualidade com seu pai foi um desafio, mas essencial. A conversa teve momentos de tensão, seguidos por uma reconciliação emocionante. “Eu disse: ‘é melhor estarmos enfrentando isso do que você passar a vida inteira sem conhecer seu filho’. Ele ficou triste com a reação que teve no primeiro momento e depois veio me pedir desculpas.”

Orgulho revelado

Vale registrar que Pedro Sampaio, geralmente reservado sobre sua vida privada, sentiu que era hora de se posicionar. “Compartilhei com o público de uma forma leve, no palco, soltando fogos. Mostrei que não é motivo de vergonha”, observa ele. Surpreendentemente, a revelação não prejudicou suas oportunidades profissionais, pelo contrário: “Meu cachê só aumentou. E não porque falei que sou bissexual, mas porque continuei trabalhando.” Essa fase também trouxe o apoio de seu ídolo, Lulu Santos.

Influenciado por Lulu, Sampaio teve a honra de regravar “Toda Forma de Amor” para seu show, um gesto que marcou o início de uma amizade. Lulu Santos, ao falar com a GQ Brasil, expressa admiração por Sampaio: “Acho Pedro encantador. (…) Sabe com clareza o que quer e como conseguir”.

Versatilidade nos palcos e novos horizontes

Sampaio transita com naturalidade por palcos variados, desde rodeios em Barretos até eventos exclusivos, e não se limita a um público específico em sua música. Seu lançamento mais recente, “POCPOC”, com grandes chances de ser o hit do Carnaval 2024, é um exemplo vibrante dessa versatilidade. A música brinca com a alternância das palavras “novinha” e “novinho”, uma sutil referência à sua sexualidade.

O Poder do Debate e da expressão artística

Pedro Sampaio encarna o papel do artista como agente de mudança. “É um detalhe que, falando, pode até parecer bobo, mas acho precioso. Um dos lugares do artista consiste em gerar debate, e estou com o megafone na mão”, diz ele. Através de sua música, estilo e coragem de viver autenticamente, Sampaio não apenas entretém, mas também inspira e promove a reflexão.

Mais do que um artista requisitado

Aos 26 anos, Pedro Sampaio não é apenas um nome frequente nas listas de artistas mais tocados, mas também um fenômeno nas redes sociais, com mais 16 milhões de seguidores. Sua habilidade de transformar qualquer faixa em um pop funk irresistível o tornou sinônimo de festa. No último Carnaval, ele brilhou com dezesseis apresentações pelo país, incluindo um histórico trio elétrico em São Paulo que reuniu mais de 300 mil pessoas.

Pé no freio

Pedro Sampaio revela uma mudança significativa em sua abordagem à vida e à carreira: “Sinto que ganhei mais consciência”. O músico, outrora acostumado a uma rotina insana de três a quatro shows por dia, agora limita-se a dois. Esta mudança, ele explica, é parte de um amadurecimento natural e necessário para manter a saúde e o bem-estar. Ele enfatiza a importância de se cuidar, viajando com seu fisioterapeuta, seguindo acompanhamento com fonoaudiólogo e personal trainer, e mantendo uma dieta balanceada.

Apesar da agenda cheia, o DJ planeja diminuir o ritmo neste ano, com “apenas” dez apresentações no Carnaval. Entre os compromissos nos dias de folia, ele está confirmado como uma das principais atrações do Camarote Nº 1 no sábado das Campeãs na Sapucaí.

Além disso, ele está se preparando para lançar um novo disco, explorando seu lado romântico. Como um artista que constantemente se reinventa, Pedro Sampaio promete surpreender novamente os fãs com seu próximo projeto.

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×