Aaron Carter: Policiais encontraram latas de ar comprimido em banheiro

Por - 07/11/22 às 19:45

Aaron Carter, selfie no banheiroAaron Carter, selfie no banheiro / Reprodução / Instagram /@aaroncarter

O site TMZ conseguiu mais informações sobre a morte de Aaron Carter, que foi encontrado sem vida na banheira de sua casa na Califórnia, no sábado 5 de novembro. As autoridades revelaram mais pistas sobre o que pode ter contribuído para a trágica morte do cantor, como o fato de que havia várias latas de ar comprimido no banheiro de Aaron, e também em seu quarto.

Leia+: Nick Carter quebra o silêncio sobre a morte do irmão

O produto é considerado um veneno tóxico que não deve ser inalado. O abuso de inalantes pode causar danos cerebrais permanentes que podem levar a déficits neurológicos irreversíveis.

No local, também foram encontrados frascos de comprimidos, e nenhuma nota de suicídio.

De acordo com o jornal “The New York Post”, em um episódio do programa médico “The Doctors”, de 2019, Aaron Carter revelou que tava viciado em huffing, uma técnica de expiração forçada, que sua falecida irmã Leslie – que teve uma overdose fatal em 2012 – havia lhe ensinado.

Não se sabe se ele continuava com o hábito, mas no programa ele afirmou que costumava comprar latas de ar comprimido em lojas como Staples e Office Depot.

Leia+: Backstreet Boys prestam homenagem a Aaron Carter

Além do vício, Aaron tinha problemas de doença mental. Em sua vida adulta, ele foi diagnosticado com transtorno de personalidade múltipla, esquizofrenia e ansiedade aguda. Não está claro se os medicamentos encontrados no quarto eram parte de seu tratamento para os problemas.

Uma empregada do cantor foi a última pessoa a vê-lo com vida, às 2 da manhã de sexta-feira (4 de novembro).

Os policiais informaram à publicação que acreditam que o corpo de Aaron estava na banheira por um longo tempo, pois notaram um cheiro de decomposição e a água do banho estava descolorida.

Leia+: Hilary Duff homenageia Aaron Carter

A causa da morte de Aaron foi considerada indeterminada pelo legista do condado de Los Angeles, e estão aguardando resultados de exames toxicológicos.

MORTE PREMATURA

Aaron Carter sabia que ia morrer cedo. O ator, cantor e rapper tinha só 34 anos quando morreu, mas desde a adolescência lidava com problemas de saúde mental e vícios em drogas. Em uma previsão assustadora ele disse em uma entrevista à revista US Weekly que achava que não fosse chegar aos 30.

Leia+: Nick Carter lamenta a morte de seu irmão: ‘Meu amor nunca desapareceu’

Ele disse na época à publicação: “Achei que morreria aos 30… Mesmo quando eu tinha 13, 14 anos, eu pensava: ‘Oh, meu Deus. Vou morrer’”, comentou, admitindo que ter chegado ao estrelato aos nove anos de idade foi algo bem difícil de lidar.

“A vida era bem difícil. Eu lidei com muitos traumas, muitas perdas, muita solidão. Eu apenas senti que precisava fugir”, comentou.

De acordo com o TMZ, o corpo de Aaron foi encontrado no banheiro, e a polícia “recebeu uma ligação às 11h de sábado de que “um homem havia se afogado na banheira”.

Leia+: Aaron Carter colocou sua casa à venda antes de sua morte

O veículo informou que os detetives de homicídios foram ‘enviados ao local, mas não têm informações ou evidências de crime’.

O agente de Aaron pediu à imprensa respeitar a privacidade da família nesse momento:

“Agora é um momento muito ruim, estamos tentando descobrir o que aconteceu e qual foi a causa disso.”, explicou.

NOVO CAPÍTULO

A ex-estrela infantil e rapper estava cheia de planos e projetos de vida, quando colocou sua residência à venda dia 29 de outubro por US$ 829 mil (R$ 4,1 milhões), antes de reduzir o preço do local em US$ 30.000, apenas uma semana antes de sua morte.

Postando nas redes sociais, o falecido astro compartilhou fotos da casa e explicou como estava ansioso para vender a propriedade e fazer uma nova “vida bonita para sua família”:

Ele twittou ao lado das fotos: “Vendo minha segunda casa. O setor imobiliário tem sido muito bom para mim. Pronto para um novo capítulo na minha terceira casa, na qual pretendo ficar para dar uma bela vida à minha família.”, disse.

Ele acrescentou: “Este ano foi super difícil, mas aprendi muito. Obrigado pelo apoio de todos.”

Leia+: Autópsia revela a causa da morte de Takeoff

Aaron estava separado da noiva, a modelo Melanie Martin, mãe de seu bebê de 11 meses. Na época da separação ele comentou: “Meu relacionamento chegou a um ponto em que temos que nos separar. Por favor, respeite minha privacidade neste momento. Obrigado”.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×