Morre Greg Wilson, da banda Blues Etílicos, aos 60 anos. Saiba o que aconteceu!

Por - 22/01/24 às 09:09

Greg Wilson, da banda Blues Etílicos, tocando guitarra vermelhaGreg Wilson era vocalista e guitarrista da banda Blues Etílicos - Foto: Divulgação

Vocalista e guitarrista do Blues Etílicos, referência da cena blues no Brasil, o americano Greg Wilson morreu, aos 60 anos. O artista havia sido diagnosticado com câncer, em 2022. Inicialmente a doença atingiu o reto e depois se espalhou para os pulmões e fígado.

“Greg Wilson acaba de fazer a passagem para o outro plano. Todos da banda sentem muito, bem como todos que o conheceram. Lutou contra o câncer com espírito elevado, como um verdadeiro guerreiro”, destacou o comunicado emitido pela banda.

“Subiu no palco conosco até dezembro último, apesar das inúmeras dificuldades. Bacharel em Música pela Universidade do Arkansas, era um guitarrista de estilo próprio e elaborado, bem como um cantor único no segmento do blues brasileiro. Todo nosso sentimento para a família Wilson e para sua esposa Claudinha, que também tem sido uma guerreira e uma companheira exemplar nessa jornada”, informou o grupo.

Além do câncer, o vocalista havia sido afetado por uma neuropatia na mão esquerda, justamente a responsável pelos acordes de guitarra. Os nervos danificados limitaram seus movimentos e exigiram tratamentos, como fisioterapia e medicamentos para evitar uma cirurgia.

O corpo de Greg foi cremado no domingo, 21 de janeiro, no Crematório da Penitência, no Caju, bairro da Zona Portuária do Rio de Janeiro.

Quem era Greg Wilson

John Gregory Wilson nasceu no estado do Mississípi, nos Estados Unidos, mas se naturalizou brasileiro. Ele entrou para o Blues Etílicos quando a banda tinha apenas meses de formação, em 1985.

Ao lado do gaitista Flávio Guimarães, do baixista Cláudio Bedran, do guitarrista Otávio Rocha e do baterista Gil Eduardo, tornou o grupo um dos ícones do blues nacional.

O grupo lançou 13 álbuns, a partir de 1987, sendo nove de estúdio, dois ao vivo e duas coletâneas. Nos anos 1990, o Blues Etílicos fez uma série de shows com a participação de Ed Motta. O cantor chegou a deixar um comentário na publicação do grupo informando a morte. “Descanse em paz, Greg”, escreveu.

O Blues Etílicos já abriu shows de nomes como B. B. King, Buddy Guy, Robert Cray, Sugar Blue, Magic Slim e outras atrações internacionais.

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×