Alice Wegmann sobre se tornar mãe: ‘É um desejo que tenho’

Por - 15/05/24 às 16:16

Alice WegmanHick Duarte

A carreira de Alice Wegmann começou ainda na adolescência, após estrelar algumas peças depois de ser vista pela diretora e cineasta Susana Garcia, aos 11 anos, que a prepararam para integrar o elenco de “Malhação” aos 15, como Lia. Antes das telas sua paixão era outra: a ginástica artística.

Alice Wegmann lamenta morte de cachorro e se declara

Para 2024, muito trabalho. Wegmann volta como Carolina na segunda temporada de “Justiça”, da Globoplay, já no ar. Em dezembro, retorna como Raíssa em “Rensga Hits”. Ainda neste ano, também interpretará Lilian Vasconcellos, primeira esposa do piloto Ayrton Senna, em “Senna” da Netflix.

Em conversa com a Glamour Brasil, a atriz reflete, em suma, sobre seu momento atual, autoestima, transtorno alimentar, a preparação para interpretar seus personagens, especulações sobre vida amorosa, relação com maternidade e planos futuros.

A entrevista na íntegra e todas as fotos do ensaio, você poderá conferir nas principais bancas, a partir de sexta-feira, 17, mas uma prévia foi enviada para a imprensa, e você confere logo abaixo!

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Confira trecho de entrevista de Alice Wegmann

Glamour: Como descreve seu momento atual?
Alice Wegmann:
É o ano em que mais terei estreias. Concretizarei o que estive trabalhando até aqui. A gente se envolve tanto nos projetos e nas personagens que não tem essa oportunidade de vê-los de fora. Agora, já não há mais uma expectativa tão grande em cima de uma obra em si, porque já foi feita há muito tempo. É como se eu fosse uma espectadora também.

Glamour: Como atriz, você coleciona personagens complexas e fortes. O que leva em consideração para aceitar um papel?
Alice Wegmann:
Reconheço os meus privilégios e sei que é muito difícil viver de arte no Brasil. Eu tive a sorte de ganhar boas oportunidades na vida, mas sabia aonde queria chegar. Quis conduzir minha carreira de acordo com o que falava com o meu coração e o que tem propósito. O que essa personagem vai mudar na vida das pessoas? O que ela vai ensinar? Novamente, é um recorte de privilégio, mas, enquanto tiver chance, tenho que aproveitar. Quero trabalhar com o que me emociona, me diverte e, sobretudo, me ensina.

Emoção e maternidade

Glamour: Você se considera uma pessoa intensa, emocionada? Sempre leio os textos que compartilha nas redes sociais…
Alice Wegmann:
Eu sou escorpiana com a Lua em Peixes. Sou totalmente emocionada! Tenho uma ligação com as palavras, me expresso escrevendo. Estou trabalhando em um livro agora. Não contei para ninguém ainda! A vida inteira pensei sobre, mas achava que ainda era uma menina, então sobre o que poderia falar? Mas, no fim, quanto mais mulheres se sentarem na frente de um caderno e colocarem o que passa nas suas cabeças, melhor será o mundo. Estou nesse movimento, indo devagar, ainda não conversei com editoras.

Alice Wegmann e Fran Gil confundem terremoto com ‘hora H’

Glamour: Nós, mulheres, vivemos com muitas expectativas em cima da gente, entre elas a maternidade. É um sonho seu?
Alice Wegmann:
É um desejo que eu tenho. Sempre quis maternar. Considero até congelar os óvulos daqui uns dois anos. Penso em ser mãe daqui uns cinco, sete, talvez quando eu tiver uns 35. Sinto que ainda tenho muita coisa para realizar antes, sabe? Quero estar muito dedicada a isso quando acontecer, e ainda não estou pronta.

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×