Ana Benevides, fã que morreu no show de Taylor Swift, ganha homenagem na Times Square. Veja!

Por - 23/11/23 às 07:10

Imagem de Ana Benevides entre as nuvensReprodução/ Twitter

Os swifties – como são conhecidos os fãs de Taylor Swift – prestaram uma linda homenagem a Ana Clara Benevides, de 23 anos, que morreu depois de passar mal durante o primeiro show da cantora no Rio de Janeiro, no último dia 17 de novembro.

Na noite de quarta-feira, 22, uma comovente projeção de vídeo foi exibida na Times Square, em Nova York, o cruzamento de avenidas mais famosa dos Estados Unidos.

De acordo com o fã-clube “Update Swift Brasil”, a ação teve permissão e apoio da família e amigos de Ana: “Alguns swifties se reuniram para honrar a memória de Ana e homenagear todos os fãs que estiveram presentes no primeiro show da ‘The Eras’ Tour, no Rio de Janeiro”, exibindo um vídeo na Times Square”, escreveu o fã-clube.

Nas imagens, é possível vera foto de Ana Clara e a frase “You were bigger than the whole sky” (“Você foi maior que todo o céu”, em tradução livre”, em referência à canção de Taylor Swift de mesmo nome.

Um dos idealizadores compartilhou uma mensagem junto à homenagem: “Pela defesa do Brasil e pelo respeito aos fãs, demos início à divulgação internacional de uma tragédia que ocorreu em nosso país. Buscamos por justiça em nome de todos aqueles fãs que foram prejudicados por negligência de irresponsáveis. Somos nós por nós mesmos!.”

O que aconteceu com Ana Clara Benevides no show de Taylor Swift

Depois de 11 anos sem vir ao Brasil, Taylor Swift fez o seu primeiro show no Rio de Janeiro, no último dia 17 de novembro, no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, na Zona Norte da cidade.

Além do local estar lotado de fãs ansiosos pelo que estaria por vir, fazia um calor insuportável, com sensação térmica chegando a inacreditáveis 60º C. Não por acaso o Corpo de Bombeiros contabilizou cerca de mil desmaios durante o show.

Após a segunda música, a estudante de psicologia Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos, estava na grade e acabou desmaiando no local. Ela chegou a ser socorrida e reanimada, mas não resistiu. A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória.

Ela morava em Rondonópolis, em Mato Grosso, e o seu sonho era conhecer Taylor. Uma vaquinha teve que ser feita para que fosse possível transladar o corpo da estudante até sua cidade natal. Tanto a empresa responsável pelo show quanto a produção da artista não se manifestaram nesse sentido.

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×