CCXP23: Xuxa Meneghel ganha troféu e recebe homenagem

Por - 30/11/23 - Última Atualização: 4 dezembro 2023

Xuxa Meneghel na CCXPBrazil News

(Atualizada às 16h20)

Xuxa Meneghel se emocionou no Palco Thunder da CCXP23, na tarde desta quinta-feira, 30 de novembro. A apresentadora foi aplaudida pelo público e recebeu uma grande homenagem.

“É difícil a gente arrumar uma palavra. Preciso de uma palavra diferente de ‘obrigada’. Me ajudem a arrumar uma palavra que seja muito, muito, muito melhor que ‘obrigada’. Me sinto muito importante”, disse ela, segurando um troféu.

xuxa na ccxp
Xuxa na CCXP 2023 – Foto (Eduardo Martins/AgNews)

“Eu tenho diferencial: pessoas de todas as idades vem falar que são minhas fãs. Esse carinho é o maior prêmio que posso receber. […] Vocês não tem noção do quão bom é isso. O maior prêmio que um ser humano pode dar é empatia. Vocês não sabem o carinho e alento que me dão quando respeitam as pessoas”.

Xuxa recebeu um prêmio por ser a personalidade homenageada na décima edição da CCXP. A famosa aproveitou para falar do título de Rainha dos Baixinhos.

“Não quero abrir mão desse meu título de Rainha dos Baixinhos. São quarenta anos na televisão, ganhei esse título carinhosamente. Quero ser lembrada assim. Gostaria de ser vista como a Rainha dos Baixinhos. Sei que tem eternos baixinhos, crianças que cresceram, que não são mais crianças… mas Rainha dos Baixinhos é muito forte pra mim”, disse.

xuxa meneghel
Xuxa recebendo homenagem – Foto (Brazil News)

Ainda em seu discurso, ela contou: “Eu fui criada com pessoas com algum tipo de deficiência física ou mental e eu aprendi alguma coisa, seja com cadeirantes, seja com surdos e mudos. Falo errado e estou aprendendo, na verdade todos estamos aprendendo a falar com mais respeito. Quando eu trouxe no abecedário a língua de sinais, primeiro eu vi muita gente não curtindo, depois vi gente querendo aprender. E quando eu fui pra Argentina eu vi que não tinha um espaço pra crianças cadeirantes, crianças autistas, então eu criei esse lugarzinho. Eu disse: ‘se eu faço um programa pra criança, não importa qual criança seja.”

Ela completou: “Eu fiz muita coisa errada, repeti muita coisa errada, e com o tempo fui mudando, principalmente nessa postura com as diferenças”.

Xuxa falou também do documentário de sua vida para o Globoplay: “Ao mesmo tempo que foi bacana, foi doloroso em certa parte. Saber coisas dos bastidores que usavam meu nome para conseguir coisas e isso me machucou bastante. Eu era muito ingênua, ou até mesmo burra. Que me atreve ouvindo, não podemos largar nossa felicidade na não de alguém, quem quer que seja. Demorou para eu ter essa visão, eu confiava muito nas pessoas, achava que artista não tinha que saber se tudo, números, e deixava na mão das pessoas, mas não é assim. Tem que confiar nas pessoas, claro, mas até uma página, não dar um livro em branco, e no meu documentário tive a constatação de fato de tudo isso, e achei que deveria pedir desculpas para quem achava que eu tinha feito alguma coisa.”

Xuxa na CCXP 2023
Xuxa durante a CCXP – Foto (Eduardo Martins/AgNews)

Previsão estranha

“De lá para cá, muita coisa mudou na minha vida. Hoje sou vegana, não só porque não como animais, mas porque se alimentar à base de plantas reduz o aquecimento global. Um boi gasta dez vezes mais que um humano gasta de água, então diminuir o consumo de carne ajuda. Eu como mãe, que quero ser avó logo, peço para diminuir o consumo de animais”, disse Meneghel.

Também foi comentada a entrevista antiga que Marlene Mattos levou o pai de Xuxa para um programa de surpresa: “Não falava com meu pai há cinco anos, eu já tava mal que ia acabar o ‘Xou da Xuxa’, aí lido com essa surpresa. Marlene fez isso de ‘golpe pensado’, para eu chorar, me emocionar. Só fui falar com meu país dois anos após isso, vi que eu poderia errar igual ou pior que ele, mas ainda foi difícil, porque ele já era quase uma pessoa estranha na minha vida”.

---

Tags: ,

Jornalista desde 2000, iniciou a carreira como redatora do site OFuxico em 2002. Anos mais tarde, trabalhou como editora no site Famosidades (MSN), tendo passagem ainda como repórter na Quem, jornal Agora S. Paulo (Folha de S. Paulo), R7 e retornou em 2015 como editora do site OFuxico.