Fabiana Justus recebe alta hospitalar, após 34 dias internada

Por - 25/02/24

Fabiana Justus com a familia em casaReprodução/Instagram

Que boa notícia! Fabiana Justus recebeu alta hospitalar, após 34 dias de internação para o tratamento de uma leucemia mieloide aguda.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

Pelas redes sociais, a influenciadora chegou a comemorar a notícia, ao lado da família. Na imagem, ela surgiu ao lado dos três filhos e do marido, Bruno Levi D’Ancon.

Na legenda da imagem, ela escreveu: “Em casa! Obrigada, meu Deus! Primeiro intervalo entre os ciclos para dar muita força para continuar o tratamento.”

Ainda nas fotos, Fabiana colocou outras fotos de momentos de sua internação.

Fabiana Justus recebe apoio dos famosos

Em 25 de janeiro, Fabiana surpreendeu a todos ao contar que estava sumida das redes sociais por conta da doença e que estava passando pela primeira fase do tratamento.

De lá para cá, ela cortou o cabelo e recebeu carinho e amor de amigos e familiares.

O que é Leucemia Mieloide Aguda

Conhecida pela sigla LMA, a doença é o tipo mais comum de leucemia em adultos e raramente acomete crianças. Ela tem um ritmo de desenvolvimento considerado muito rápido, segundo o Inca. Nela, a medula óssea produz muitas células sanguíneas anormais que se acumulam pelo corpo.

O diagnóstico é realizado através de um exame de sangue, especificamente o hemograma. Em caso de testes positivos, majoritariamente, há uma observação do aumento do número de leucócitos (na minoria das vezes o número estará diminuído), associado ou não à diminuição das hemácias e plaquetas.

Existem outras análises laboratoriais que também devem ser realizadas para fechar o quadro, como exames de bioquímica e da coagulação, e poderão estar alteradas. 

A confirmação diagnóstica é feita com o exame da medula óssea, conhecido como mielograma, conforme o Inca. Nele, o profissional da saúde retira uma pequena quantidade de sangue, proveniente do material esponjoso de dentro do osso. 

Ticiane Pinheiro manda recado

Em alguns casos pode ser necessário a realização da biópsia da medula óssea. Nesse cenário, um pequeno pedaço do osso da bacia do paciente é retirado e enviado para análise. 

A descoberta precoce desse tipo de câncer aumenta as chances de cura. Existem alguns tipos de comportamentos de risco e condições que aumentam as chances de desenvolvimento da doença, conforme o instituto. São eles: 

  • Tabagismo;
  • Benzeno (encontrado na gasolina e largamente usado na indústria química);
  • Radiação ionizante (raios-x e gama) proveniente de procedimentos médicos (radioterapia);
  • Quimioterapia;
  • Produção de borracha;
  • Síndrome de Down e outras doenças hereditárias;
  • Síndrome mielodisplásica e outras desordens sanguíneas;
  • História familiar;
  • Idade, pois quanto maior a idade maior o risco de desenvolver leucemia;
  • Exposição a agrotóxicos, solventes, diesel, poeiras, infecção por vírus de hepatite B e C.

Sintomas da doença

Os principais sinais da doença são consequência do acúmulo de células defeituosas na medula óssea, o que prejudica ou impede a produção das células sanguíneas normais.

Entre os sintomas mais comuns, estão: 

  • Palidez, cansaço e febre;
  • Aumento de gânglios;
  • Infecções persistentes ou recorrentes;
  • Febre;
  • Suores noturnos;
  • Manchas roxas no corpo;
  • Sangramentos inexplicados;
  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Redução da imunidade e, consequentemente, aumento das infecções; 
  • Dores nos ossos e nas articulações.
---

Jornalista desde 2000, iniciou a carreira como redatora do site OFuxico em 2002. Anos mais tarde, trabalhou como editora no site Famosidades (MSN), tendo passagem ainda como repórter na Quem, jornal Agora S. Paulo (Folha de S. Paulo), R7 e retornou em 2015 como editora do site OFuxico.