Gabriela Prioli relata abuso aos 7 anos: “Tocava minhas partes íntimas”

Por - 27/02/23

gabriela prioli

Por anos, a advogada criminalista e apresentadora Gabriela Prioli guardou um segredo: ela sofreu abuso sexual aos 7 anos de idade. No relato dado ao jornal O Globo, ela contou que o agressor era um jovem adolescente que costumava frequentar a casa onde ela morava com a sua família, em São Paulo.

Leia+: Gabriela Prioli comenta sobre críticas após o nascimento da filha

À publicação, Gabriela contou o motivo de ter demorado a falar sobre o assunto. “Ele era mais velho que eu, e tocava minhas partes íntimas. Não contei para ninguém na época, achava que era uma brincadeira, Só comecei a ver que havia um problema quando percebi que essa era uma memória que me causava muito incômodo”, explicou.

E prosseguiu dizendo que a terapia tem a ajudado a superar o trauma. “É como se você tivesse menos valor. Pois você não entende direito o que aconteceu e em alguma medida pensa que, por não ter contado para ninguém, ou resistido com firmeza, a culpa é sua. Mas não é, você era uma criança. É um assunto que eu ainda trabalho em terapia e tem que trabalhar mesmo. Estou fazendo as pazes com as minhas dores”, detalhou a advogada.

Casada há sete anos com o DJ Thiago Mansur e mãe de primeira viagem da pequena Ava, a apresentadora ainda contou já ter vivido relacionamentos tóxicos. “Ao final da faculdade, tive um parceiro muito inseguro, que se ressentia das minhas conquistas, me diminuía. O problema não foram as ofensas, mas eu ter acreditado nelas, sabe? Quando ele me rotulou de uma maneira pejorativa, isso foi o meu ‘ladeira abaixo’. (…) Nunca fui agredida fisicamente, mas psicologicamente. Vivia tensão e medo permanentes”, contou.

Gabriel concluiu a entrevista falando sobre momentos de depressão que teve com a maternidade e o apoio recebido do marido. “Era um abismo. Me vi completamente desamparada, vivendo uma coisa muito mais profunda e sofrida do que havia imaginado. Postei algumas fotos amamentando, aos prantos. Sentia uma dor que não consigo descrever e culpa o tempo inteiro, porque Ava era perfeita, saudável, tudo estava bem. Pensei que havia enlouquecido”, detalhou ela ao jornal carioca.

“Fiquei insegura. Estava me achando horrível, e não sabia se voltaria a ser quem era, a mulher que conhecia. Eu disse: ‘Preciso que você me olhe, porque tenho medo de não voltar a ser a mulher que você conheceu, fisicamente falando’. Ele falou: ‘Amor, sua barriga é linda. Posso beijá-la? Foi por onde você trouxe a nossa filha, e sou muito grato por isso”, lembrou ela.


Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!