Fãs de Ana de Armas se sentiram enganados com filme

Por - 18/04/24 às 06:00 - Última Atualização: 17 abril 2024

Ana de ArmasAna de Armas / Reprodução / Instagram /@anadearmas

Segundo a revista “Variery”, dois fãs de Ana de Armas processaram a Amazon Prime por propaganda enganosa, depois de assistirem ao trailer de um filme supostamente com a atriz, alugá-lo através da plataforma e ver que a atriz não aparece na produção.

Ana de Armas colhe os frutos do trabalho em Hollywood

Peter Rosza e Conor Woulfe alugaram o filme “Yesterday”, de 2019, no Amazon Prime, depois de ver a atriz de 35 anos no trailer, porém, ela não apareceu na versão final.

Eles então resolveram processar a Universal Pictures por propaganda falsa, alegando que cada um deles foi enganado em US$ 3,99.

De acordo com a publicação, inicialmente um juiz federal esteve do lado deles, determinando que os estúdios poderiam ser processados por propaganda enganosa em trailers de filmes.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

Devedores

Em agosto de 2023, o processo foi arquivado depois que outro juiz disse que os fãs “não podem prosseguir com a ação coletiva proposta porque não confiaram em supostas declarações falsas do estúdio ao tomar a decisão de assistir ao filme”.

Agora Rosza e Woulfe ficaram devendo US$ 126.705 (R$ 630 mil) em honorários advocatícios incorridos pela Universal.

Na sexta-feira (12 de abril) os fãs finalmente aceitaram um acordo para resolver o processo, após seus esforços para continuar a batalha legal. Os termos do acordo não foram divulgados.

Revelado motivo da separação de Ana de Armas e Ben Affleck

Fãs Raivosos

No começo do ano surgiu a notícia de que Madonna ameaçou sua equipe com uma multa se eles se atrasarem para seus compromissos, e aparentemente isso não se aplica à ela, que agora está sendo alvo de um processo justamente por conta de seus atrasos para subir no palco, durante os shows da sua turnê “Celebration”.

Madonna se confunde de cidade em show

Segundo o site TMZ, Madonna está sendo processada por dois fãs por iniciar seus shows com duas horas de atraso. Isso aconteceu em Nova York em dezembro. Era previsto o show começar às 20:30, mas ela só pisou no palco às 22:30.

O atraso fez com quem o show terminasse mais tarde do que o previsto, e os fãs, identificados como Michael Fellows e Jonathan Hadden, perdessem o transporte público de volta para casa.

“O atraso deixou os dois presos no meio da noite e confrontados com opções limitadas de transporte público (…) eles tinham que acordar cedo para ir trabalhar e/ou cuidar de suas responsabilidades familiares no dia seguinte”.

Madonna abre o álbum de fotos

Os homens disseram que não teriam comprado os ingressos se soubessem que o show só começaria mais tarde do que o anunciado:

“As ações dos réus constituem não apenas uma violação de seus contratos… mas também um exercício desenfreado de propaganda enganosa, deturpação negligente e práticas comerciais injustas e enganosas”, diz o documento da ação.

O processo também inclui uma alegação de “deturpação negligente”, dizendo que os organizadores do show “sabiam ou deveriam saber” que os shows não começariam às 20h30 devido a supostas ocorrências passadas de Madonna subindo ao palco atrasada.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×