Pedro Neschling se irrita ao ler: ‘Você não parece uma pessoa com deficiência’

Por - 19/02/24 às 15:49

Pedro NeschlingReprodução/Instagram

Atualmente no ar no remake de Renascer, da TV Globo, Pedro Neschling se irritou ao abrir uma caixa de perguntas no Instagram e se deparar com um seguidor que afirmou que ele “não parece uma pessoa com deficiência”.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Pedro contou: “Em primeiro lugar, a gente precisa acabar com essa imagem pejorativa e com essa ideia de que a deficiência é um problema, de que é limitante. Assim como eu, tem pelo mundo milhões de pessoas com deficiência e elas produzem, amam, são felizes, sofrem como qualquer pessoal ‘normal’. Como sempre digo, o ‘normal’ é uma ilusão. Portanto, não. Eu nunca fiz cirurgia, sempre fui assim, com essa imagem padrão. Porém, sim, sou uma pessoa com deficiência”, afirmou o ator.

Ele continuou: “O primeiro equívoco é uniformizar a deficiência, sendo que existem vários tipos de pessoas com deficiência. Você pode ter uma deficiência auditiva, como um é o meu caso, você pode ter uma deficiência visual, motora, intelectual… São muitos os tipos de deficiência e muitas características individuais de cada pessoa com deficiência. Buscamos nos adaptar à sociedade que, em grande parte, não está preparada para nos acolher e conviver normalmente dentro da sociedade padrão. O que muita gente não pensa é que em vez disso nos limitar, essas nossas características de adaptação acabam nos tornando até mais capazes do que uma pessoa dita ‘normal.'”

Veja os resumos dos capítulos de Renascer

Vale lembrar que, em 2019, o ator contou que havia descoberto a deficiência auditiva aos 18 anos. O ator é filho do maestro John Neschling e da atriz Lucélia Santos.

“Depois de décadas sofrendo as consequências sociais de não escutar normalmente, comecei a usar aparelho há 4 anos. E já não sei como levei minha vida antes disso. Você que escuta normalmente não faz ideia da dificuldade que é ser surdo sem auxílio. Sobretudo porque se trata de uma deficiência ‘invisível’, difícil de fazer quem não sofre entender”, disse na época.

Jornalista desde 2000, iniciou a carreira como redatora do site OFuxico em 2002. Anos mais tarde, trabalhou como editora no site Famosidades (MSN), tendo passagem ainda como repórter na Quem, jornal Agora S. Paulo (Folha de S. Paulo), R7 e retornou em 2015 como editora do site OFuxico.


×