Sérgio Reis aciona a Justiça contra empresa e pede indenização de quase R$ 5 milhões. Entenda!

Por - 07/11/23 às 10:00

Sérgio Reis de chapéu preto e camisa pretaSérgio Reis pede R$ 4,7 milhões de indenização à empresa de chalés - Foto: Reprodução/ Record TV

Garantindo ter cumprido suas obrigações contratuais, mesmo com idade avançada e estado de saúde debilitado, Sérgio Reis pede à Justiça uma indenização de R$ 4,7 milhões em processo contra uma empresa de chalés.

O cantor de 83 anos move uma ação que corre desde o último dia 22 de agosto na 29ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo. O veterano cobra valores pecuniários (referente ao dinheiro líquido), penalidades por rescisão contratual, indenização pelo uso de sua imagem e por prestação de serviços que não foram contratados, além de danos morais.

De acordo com o intérprete do clássico “O Menino da Porteira”, suas obrigações contratuais com o Castelo Branco Acqua Show Camping e Clube, que utilizou sua imagem em propagandas de vendas de chalés, foram cumpridas.

O empreendimento, localizado em Mairinque, na Região Metropolitana de Sorocaba, em São Paulo, é um “camping club de chalés, destinado a famílias que pretendem ter o seu próprio chalé no campo”. O local possui quadras esportivas, churrasqueiras, piscinas, toboáguas e rios para moradores e visitantes.

Sérgio Reis ficou no prejuízo?

O artista sertanejo afirma a empresa teve “um verdadeiro sucesso” e “alcançou o êxito máximo”, com a venda de todos os 300 chalés, com valor médio que variou entre R$ 200 e R$ 500 mil.

O cantor avalia que a utilização de sua imagem para a venda dos imóveis gerou um faturamento de, no mínimo, R$ 60 milhões à empresa, enquanto ele recebeu apenas R$ 45 mil. O sertanejo também afirma que existiam títulos e passaportes que garantiriam a ele ativos de contraprestação pelo uso de sua imagem, mas que não foram colocados no mercado pela empresa.

Sérgio Reis destaca ainda que, apesar de sua idade avançada e a saúde debilitada, produziu programas de TV reunindo convidados famosos.

O que diz a empresa

A Acqua Show afirmou não ter sido intimada “para apresentação de defesa no processo em questão que discute cláusulas contratuais entre o Sr. Sérgio Reis, este que, foi um dos contratados do setor publicitário, para prestar serviços de divulgação do nosso Camping e Clube”. Já a assessoria do cantor afirmou que não comentaria o caso, uma vez que o processo corre em segredo de Justiça.

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×