Drag Race Brasil: Representatividade e emoção marcam o quinto episódio

Por - 28/09/23 às 08:00

Drag Race Brasil Episódio 5Drag Race Brasil: Episódio 5 mostra que representatividade é o nome (Reprodução/Paramont)

Toda a semana a gente ganha um novo capítulo de “Drag Race Brasil” e nesta aqui não foi diferente. Um tema lindíssimo para o desafio da semana e também uma runaway mais do que representativa. O reality comandado por Grag Queen e com a bancada mais do que especial composta por Bruna Braga, Dudu Bertholini e o jurado convidado Esse Menino, o episódio foi para arrancar lágrimas e trazer muita luz para as causas que vão além da comunidade LGBQIAPN+.

No começo, aquele bom e velho mini challenge para uma parte mais cômica do reality. Com 5 minutos para se montar e mais 3 para decorar um bolo no “Drag Cake”, as vencedoras desta semana foram Betina Polaroid e Hellena Malditta. Todas as queens sortearam palavras na sequência, como “empoderamento”, “amor”, “empatia”, “inclusão”. Tudo isto para poder montar uma campanha publicitária de 30 segundos baseada no que foi tirado ali na caixa misteriosa.

Sem muitas delongas, fomos direto para a gravação. E aqui o bicho pega! Tudo porque a grande maioria das queens entraram em contato com assuntos que trazem gatilhos e mexem com o seu eu interior. Não é fácil se despir de sua armadura e trazer as suas vulnerabilidades à tona.

  • Hellena, por exemplo, reforçou que é uma pessoa não binária e soropositiva, protestando contra a não representatividade e a invisibilidade de pessoas que passam pelo mesmo.
Hellena Malditta
Hellena Malditta (Divulgação/Paramount)
  • Shanon Skarlett falou sobre um tema mais do que importante: quantas pessoas pretas você vê com constância no poder? Quantas pessoas pretas você acha que estão em cargos e lugares maiores para trazer a representatividade e a inclusão? Ela se emocionou ao trazer, com muita delicadeza e de uma maneira linda, sua história. Fome na sua própria casa e a saudades de uma mãe, que já morreu, mas deixou uma mensagem mais do que forte: “Vamos vencer”.
Shanon Skarlett
Shanon Skarlett em gravação para a campanha de inclusão (Divulgação/Paramount)
  • Organzza trouxe o tópico do amor com muita maestria. Não é só sobre amar, mas é sobre se amar, sobre praticar o maior desafio de todos os dias que alguém pode ter: o amor próprio. Não é nada fácil, não tão vibrante como parece ser, mas é o que faz diferença no final do dia. Ela ainda traz o ponto de que pessoas pretas sempre são colocadas no lugar de excelência. Mas, por que a cobrança, se todos têm o direito de falhar e não alcançar a perfeição toda hora a todo momento? Fica a reflexão.
Organzza
Organzza se caracteriza para a campanha de amor (Divulgação/Paramount)
  • Outro grande destaque é Miranda Lebrão, que trouxe empoderamento com sua drag e uma performance deliciosamente teatral. Ela não só deu voz a milhares de pessoas, como também colocou a bandeira acima: a luta nunca vai acabar, ela é constante. Mas, resistimos e de pé!
Miranda Lebrão
Miranda Lebrão em um trono para a gravação de sua campanha sobre empoderamento (Divulgação/Paramount)

Glamazônia

Homenageando a nossa Amazônia, o tema da semana é algo que só o Brasil pode trazer com suas beleza exuberante da fauna e flora. Além de looks belíssimos que mostraram todos os segredos das nossa linda floresta, como a flor do guaraná, as arvores enormes e lindas, os animais regionais como cobras e onças, tivemos um momento político de Rubi Ocean em seu look. Veja ela completa abaixo:

Hora de dar tchau!

Nas deliberações é importante ressaltar algumas coisas: Bruna Braga segue como o coração da bancada. Não tem como não se divertir e não amar o cristal que é a humorista. Ela se joga na emoção e traz comentários, positivos e negativos, únicos em um feedback mais do que acertado. Grag, por sua vez, é a melhor host internacional. Não é favoritismo e nem apenas nosso orgulho dizendo, muitos fãs ao redor do mundo estão aclamando. E com muita razão. Ela é uma mãezona para as queens, com suas dicas valiosas, chamadas de atenção pontuadas e muita emoção envolvida. É fácil demais ser envolvido em toda a sua eloquência e beleza.

Dudu traz sempre comentários muito especializados sobre os looks, de um ponto de vista de quem entende muito do que está falando. E, vale destacar, que Esse Menino surpreendeu como jurado convidado. Ele deu uma forma única à bancada, sendo coerente, respeitoso e muito engraçado.

Fora isto, as queens julgadas tiveram pontos aqui e ali: no topo ficou Shanon, Organzza e Miranda. Todas elogiadas por seus looks monumentais, – que de fato eram – e por performances emocionantes e individuais em um desafio muito difícil. O broxe da semana foi para a nossa ‘Bonita!’: Shanon. Mais do que merecido! E as mais criticadas foram Rubi, pela sua falta de conexão no vídeo; Dallas, por estar mecanizada e Aquarela, por ter escolhido uma performance acertada, mas um look que acabou destoando das demais. No final, dublando “Vermelho” da Gloria Groove, Dallas e Aquarela se enfrentaram e foi hora de dizer tchau à nossa amada ‘paleta de cores de arco íris’.

Eliminada, ela acabou chamando Dallas de cotada “por algum motivo”, mas ressaltou que sabe que é grandona, talentosa e artista. Semana que vem temos o aguardado e amado Snatch Game, o jogo das imitações.

Tags: ,

Em formação no Jornalismo pela UMESP. Escreve sobre cultura pop, filmes, games, música, eventos e reality shows. Me encontre por aí nas redes: @eumuriloorocha


×