Ex de 50 Cent é acusada em processo contra Diddy e rapper pede a guarda do filho

Por - 03/04/24 - Última Atualização: 2 abril 2024

50 Cent

Depois que sua ex, Daphne Joy, mãe de seu filho Sire, de 12 anos, foi mencionada no processo de abuso e tráfico sexual contra Sean ‘Diddy’ Combs, o rapper 50 Cent quebrou o silêncio sobre as acusações de Joy ser parte do esquema, como ‘trabalhadora sexual’ do cantor e produtor musical.

Em meio a investigações, P. Diddy volta às redes sociais com foto fofa da filha

De acordo com a revista “US Weekly”, Cent, cujo nome verdadeiro é Curtis Jackson, solicitou na justiça a guarda exclusiva do filho, com o único intuito de proteger o menino, enquanto as investigações que também acusam Joy, continua.

Através de um comunicado, 50 Cent disse: “As alegações perturbadoras nas declarações juramentadas apresentadas recentemente em um processo judicial relacionado a Daphne Joy, a mãe do meu filho de 12 anos, exigiram que eu tomasse todas as ações legais necessárias para proteger meu filho Sire”, disse o cantor de 48 anos.

No entanto a mulher de 37 anos negou qualquer relação com Diddy e seu processo de tráfico sexual:

Sean ‘Diddy’ Combs reaparece após busca da polícia em suas mansões

“A alegação de que sou uma profissional do sexo é 100% falsa e uma forma de manchar minha imagem”, escreveu Joy via Instagram. “Estou contratando um advogado para explorar todos os recursos legais”, afirmou.

Ela então aproveitou para acusar 50 Cent de estupro e abuso físico durante seu relacionamento, além de negligenciar seus deveres parentais para com seu filho Sire.

O rapper contestou: “As mais recentes acusações falsas e infundadas de Daphne Joy são claramente uma resposta à minha decisão de buscar a custódia exclusiva do meu filho. Meu filho Sire é minha principal prioridade e mantê-lo em um ambiente seguro é meu único foco neste momento”, assegurou.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

Nas redes sociais, 50 Cent vem provocando a ex com acusações e xingamentos. Postou o print de uma notícia relacionada, e na legenda cutucou: “É o que é… vejo você no Juizado de Família, profissional do sexo!”

Investigação Policial

A casa caiu para Sean ‘Diddy’ Combs por conta das acusações de tráfico sexual. Segundo o site TMZ, agentes federais invadiram suas casas de Los Angeles e Miami para investigar sua suposta conexão com vários processos de agressão e abuso sexual em andamento.

Cantora e ex-namorada acusa P. Diddy de estupro, abuso e tráfico sexual

Agentes foram vistos chegando às propriedades do rapper com armas em punho no luxuoso bairro de Holmby Hills, em Los Angeles, e em Miami. O canal Fox 11 exibiu as imagens da invasão.

Em outro vídeo, capturado pelo TMZ, agentes federais podem ser vistos invadindo a propriedade de Diddy na Califórnia enquanto vários helicópteros pairavam em cima do lugar.

Filhos Envolvidos?

De acordo com o veículo, várias pessoas foram interrogadas do lado de fora da mansão de Diddy, algemadas, com dois homens parecendo ser os filhos de Diddy, Justin e King Combs. Seus nomes ainda não foram revelados oficialmente, juntamente com o paradeiro atual de Diddy.

Através do TMZ, um representante da Homeland Security Investigations revelou: “Hoje cedo, a Homeland Security Investigations (HSI) de Nova York executou ações de aplicação da lei como parte de uma investigação em andamento, com a assistência da HSI Los Angeles, HSI Miami e nossos parceiros locais de aplicação da lei.”

Nova acusação de estupro de uma menor complica a vida de P. Diddy

“Forneceremos mais informações assim que estiverem disponíveis”, afirmou o agente.

De acordo com a publicação, a operação ocorre em meio a vários processos movidos recentemente contra o cantor, incluindo alegações de agressão e tráfico de pessoas, todas negadas por ele.
Acusações

Em fevereiro, Combs foi processado pelo ex-funcionário Rodney “Lil Rod” Jones. Ele acusou o rapper de agressão sexual enquanto trabalhava em seu álbum de 2023, “The Love Album: Off the Grid”.

O produtor e cinegrafista alegou que o suposto abuso sexual ocorreu repetidamente de setembro de 2022 a novembro de 2023, de acordo com o TMZ.

Mais uma mulher acusa P. Diddy de estupro

Jones também alegou que foi forçado a praticar atos inapropriados com profissionais do sexo a pedido de Combs, alegando que certa vez acordou drogado e na cama com seu chefe.

O advogado de Combs, Shawn Holley, disse anteriormente ao jornal “The New York Post” que “Lil Rod nada mais é do que um mentiroso que busca descaradamente ganhar o processo de US$ 30 milhões”.

Em novembro de 2023, a ex-namorada do cantor, Casandra ‘Cassie’ Ventura foi a primeira a acusar Diddy de estupro e abuso. Seu caso foi rapidamente resolvido em novembro de 2023, com o pagamento de uma indenização.

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.