Taylor Swift vende jatinho particular, em meio a polêmicas

Por - 08/02/24 às 20:20

Taylor SwiftFoto: Agnews

A cantora Taylor Swift resolveu se desfazer do jatinho que usou por mais de uma década, após uma série de polêmicas envolvendo a aeronave. De acordo com os registros da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos, o jato já está no nome de outro proprietário.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

O novo dono é ligado a uma empresa de conserto e revisão de carros chamada CarShield. O valor do jatinho não foi divulgado, mas estima-se que ele custe cerca de US$ 40 milhões, equivalente a R$ 200 milhões.

Voos rastreados por estudante

A polêmica se deu por conta de um estudante que rastreava o jato particular da loirinha, assim como de outras celebridades, e divulgava os dados na internet. Foi assim, inclusive, que os fãs brasileiros souberam que a artista estava em solo nacional em novembro do ano passado, quando se apresentou no país.

Taylor Swift encara maratona no ar e jet leg para estar com namorado no Super Bowl

Nesta semana, Swift ameaçou processar Jack Sweeney e enviou uma notificação ao estudante solicitando que ele parasse de divulgar informações relacionadas aos voos da cantora. 

Os advogados da estrela pop argumentam que as atividades dele causaram “danos diretos e irreparáveis” a Taylor, provocando sofrimento emocional e físico, além de um “constante estado de medo por sua segurança pessoal”.

Taylor Swift quer processar estudante que publicou detalhes de seus voos

Emissão de CO2

Além disso, o jatinho da estrela está envolvido em outra polêmica. Com compromissos nos Estados Unidos – como o Grammy e o Super Bowl – simultâneos à turnê na Ásia, muitos críticos defendem que a emissão de carbono gerada pela aeronave é muito alta e prejudicial ao planeta.

Revelada origem de falsas imagens íntimas de Taylor Swift

A cantora esteve no topo da lista de celebridades que mais emitiram carbono no mundo, de acordo com um estudo da Yard. A empresa contou um total de 170 voos em um período de um pouco mais de seis meses, o que significa 8.293,54 toneladas em emissões de carbono.


×